Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.2/5850
Título: Avaliação das aprendizagens : a utilização do portefólio na disciplina de matemática no ensino secundário
Autor: Figueira, Isabel Maria da Costa
Orientador: Amante, Lúcia
Palavras-chave: Ensino das matemáticas
Avaliação
Aprendizagem
Portefólio
Avaliação formativa
Formative assessment
Asessment tools
Curriculum and portfolio
Data de Defesa: 13-Set-2016
Citação: Figueira, Isabel Maria da Costa - Avaliação das aprendizagens [Em linha] : a utilização do portefólio na disciplina de matemática no ensino secundário. [Lisboa] : [s.n.], 2016. 143 p.
Resumo: Segundo Santos (2004) existe ainda um grande fosso entre aquilo que são as orientações curriculares e os indicadores de que se dispõe sobre as práticas dos professores. A avaliação, enquanto parte integrante do currículo, ainda não parece ser uma realidade generalizada em Portugal. Desto modo, é necessário desenvolver a componente formativa da avaliação, salientando a sua função reguladora das práticas educativas. Assim sendo, este trabalho tem a finalidade de compartilhar com todos os professores de matemática e todos os demais interessados pela Educação Matemática, uma investigação-ação, que visa conhecer as potencialidades de uma forma de avaliação.Neste sentido,baseia-se, essencialmente, numa perspetiva formativa e reguladora das aprendizagens em Matemática, bem como na reação dos alunos face à sua implementação. Este estudo foi desenvolvido numa escola secundária de ensino particular e cooperativo com aproximadamente 400 estudantes, envolvendo por um lado o uso do Portefólio numa turma do décimo segundo ano do ensino profissional e, por outro , a utilização do mesmo numa turma do décimo ano como instrumentos de avaliação. Os resultados da sua aplicação foram analisados à luz das seguintes questões de investigação: (1) O que envolve na prática letiva do professor a implementação do portefólio como instrumentos de avaliação? (2) Qual o contributo da implementação de portefólios para o processo de avaliação? (3) Qual a visão do professor que implementa este instrumento de avaliação? (4) Qual a visão dos alunos relativamente à utilização deste instrumento de avaliação? A recolha de dados foi feita a partir dos portefólios construídos pelos alunos, através da observação participante cujos registos foram reunidos no diário de bordo da professora investigadora, através da aplicação de um inquérito por questionário a todos os alunos participantes. A análise e interpretação dos dados obtidos mostram que o portefólio potencializa a regulação das aprendizagens e proporciona o desenvolvimento das competências propostas pelas orientações curriculares de Matemática e Matemática Aplicada às Ciências Sociais. Os alunos entenderam a avaliação formativa concretizada na utilização do portefólio como fazendo parte do rocesso de aprendizagem e, em particular, como um meio de identificar e solucionar as suas dificuldades, e ainda como um suporte na preparação para os Exames Nacionais.
According to Santos (2004) there is still a great abysm between what are curricular guidelines and the indicators that we possess about the teachers’ practices. The assessment as an integral curricular component still does not seem to be a widespread reality in Portugal. Thus, it is necessary to develop the formative component of assessment by emphasising its regulatory function of educational practises. Therefore, this work has the purpose of sharing with all the mathematic teachers, as well as, with everyone interested in the Mathematics Education, an action research that aims on getting to know the potential of the diverse forms of assessment used by me, in an essentially formative and regulating perspective of learning in mathematics, and the students’ reactions upon their implementation. It was developed in a secondary school of particular and cooperative teaching, with approximately 400 students, involving the use of a portfolio in a 10th grade class as a teaching instrument. The results of its implementation were analysed in light of the following research questions: (1) What involves in the teacher’s teaching practice the implementation of the portfolio as an assessment tool? (2) Which is the contribution of the of portfolios for the assessment process? (3) What is the teacher’s vision that implements this assessment tool? (4) What is the students’ vision regarding the use of this assessment tool? It regards a qualitative investigation of interpretative nature about my professional practice. The data was gathered from the portfolios built by the students, through participative observation, whose entries were gathered in the diary of the researcher teacher, and simultaneously head-teacher, and the application of an inquiry in form of a questionnaire to all the participant students. The analysis and interpretation of the obtained data show that the portfolio enhances the regulation of learning and provides the development of the competences proposed by the curricular guidelines of Mathematics and Mathematics Applied to Social Sciences. The students understood the formative assessment accomplished through the use of the portfolio as part of the learning process and, in particular, as a mean to identify and solve their difficulties and as an asset in the training for the National Exams.
URI: http://hdl.handle.net/10400.2/5850
Designação: Dissertação de Mestrado em Supervisão Pedagógica apresentada à Universidade Aberta
Aparece nas colecções:Mestrado em Supervisão Pedagógica / Master's Degree in Pedagogical Supervision - TMSP

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
TMSP_IsabelFigueira.pdf4,98 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.