Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.2/7848
Título: Tutankhamon em Portugal (1923-1926): da superstição ao ensaio académico ou os percursos que vão da «maldição da múmia» ao Hino a Aton
Autor: Sales, José das Candeias
Mota, Susana
Palavras-chave: Tutankhamon
Imprensa
Literatura de ficção
Conhecimento científico
Data: Dez-2018
Editora: Universidade do Porto, Faculdade de Letras, Instituto de Literatura Comparada Margarida Losa
Citação: Sales, José das Candeias - Tutankhamon em Portugal (1923-1926): da superstição ao ensaio académico ou os percursos que vão da «maldição da múmia» ao Hino a Aton». "História: revista da FLUP". ISSN 0871-164X. S. 4, vol. 8, nº 2 (2018), p. 221-247
Resumo: A descoberta do túmulo de Tutankhamon, em 1922, foi noticiada pela imprensa internacional de todo o mundo, incluindo Portugal. Quer a imprensa (valorizando a tese supersticiosa da «maldição da múmia»), quer a publicação do romance policial A Profecia ou O Mistério da Morte de Tut-Ank-Amon, da autoria de Fernando de Carvalho Henriques (que constitui o primeiro romance publicado a nível internacional inspirado na grande descoberta arqueológica egípcia), quer ainda os ensaios académicos de Humberto Pinto de Lima na revista Diónysos (que incluem a primeira tradução para português do Hino a Aton) demonstram como foi rececionado entre nós, entre 1923 e 1926, o fabuloso achado arqueológico egípcio.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.2/7848
DOI: https://doi.org/10.21747/0871164X/hist8_2oe1
ISSN: 0871-164X
Aparece nas colecções:História, Arqueologia e Património - Artigos em revistas nacionais / Papers in national journals

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Sales_Mota_2018_Tutankhamon em Portugal. Da superstição ao ensaio académico ou os percursos.pdf4,89 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.