Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.2/6787
Título: Experiências de interculturalidade em eLearning : um estudo de caso no second life®
Autor: Páscoa, Rui Manuel Ribeiro Carvalho
Orientador: Mendes, António Quintas
Palavras-chave: Interculturalidade
Second life
Ambientes virtuais
Aprendizagem
Elearning
Estudo de casos
Comunidades de aprendizagem
Virtual learning environments
Communities of sharing and learning
Virtual worlds
Second life
Interculturality
Data de Defesa: 20-Mai-2016
Citação: Páscoa, Rui Manuel Ribeiro Carvalho - Experiências de interculturalidade em eLearning [Em linha]: um estudo de caso no second life®. Lisboa, [s.n.], 2016. 186 p.
Resumo: A comunicação e a troca de conteúdos e experiências é uma das caraterísticas fundamentais do elearning, que tem adotado, ao longo dos tempos, várias tecnologias que possibilitam a criação de grupos e comunidades de aprendizagem, onde a interação entre os participantes assume uma forte presença. A expansão dos mundos virtuais tridimensionais, de entre os quais se destaca o Second Life®, tem possibilitado experiências formativas variadas, quer através de comunidades informais que, de modo espontâneo ou organizado se reúnem e interagem em tempo real sem grandes preocupações de estilo, quer através de instituições de ensino superior que põem à disposição da comunidade (alunos e professores) campus virtuais onde é possível desenvolver atividades educativas formais. Há, no entanto, ainda muito por descobrir sobre as reais potencialidades deste tipo de ambientes, nomeadamente nas mais-valias resultantes das interacções pessoais (e de grupo) inerentes aos mundos virtuais tridimensionais. Neste estudo, apresenta-se a investigação conduzida com uma turma de estudantes do Curso de Mestrado em Pedagogia do Elearning, da Universidade Aberta, Portugal, com o objetivo de perceber se os mecanismos postos à disposição pela plataforma Second Life® seriam, ou não, úteis num curso em regime de elearning e no estreitar das relações interculturais, com consequências no sucesso académico. Foi construída uma atividade com estudantes dispersos geograficamente, de diferentes nacionalidades, mas todos oriundos de países lusófonos. Utilizando o Second Life® como recurso, esta atividade permitiu aos mestrandos debater e partilhar vários aspetos relacionados com o património, a cultura e as expressões idiomáticas de cada um. Em suma, uma comunidade de partilha e aprendizagem, composta por pessoas reais, reunidas num ambiente virtual, onde a interculturalidade surge como algo natural e enriquecedor. Os resultados do estudo permitem concluir que o Second Life pode ser considerado um ambiente virtual de aprendizagem e que, se utlizado em contexto de elearning, poderá aproveitar a diversidade cultural dos estudantes como motivação para a realização das actividades académicas.
Communication and the exchange of contents and experiences is the one of the main characteristics of elearning. Elearning has been adopting along the years several technologies which enable the possibility to create groups and communities of learning where the interactions among the participants is one of the strongest points. The expansion of three-dimensional virtual worlds, and of them all we have to highlight Second Life®, has made possible several formative experiences not only in informal communities which in a spontaneous or organized way get together and interact in real time not concerning themselves too much with etiquette, but also in higher education institutions which make available virtual campus to their communities (teachers and students) where it is possible to undertake formal educational activities. However there is still a lot to find out about the real potentialities of this kind of environments when it comes to the benefits they may bring along to personal interaction (and of groups), which are an intrinsic part of these three-dimensional virtual worlds. In this project it is reported the investigation made with a class of students attending the Masters Course in Elearning Pedagogy, of the Open University of Portugal, and its aim is to get to understand the mechanisms made available by Second Life platform and if this platform will or will not be useful in intercultural relationships and consequently in the practice of elearning. It was designed an activity with students geographically dispersed, from different countries, but all from countries with Portuguese roots (former colonies). While using Second Life as a resource in this activity the students were able to discuss and share several issues related to national heritage, culture and idiomatic expressions of each country. To sum up, a community of sharing and learning made up of real people, gathered in a virtual environment where interculturality comes up as something natural and enriching. Throughout the study three tasks have been proposed: the first related to mechanisms to access the platform and too practice some basic commands based on orientation and movements, afterwards the exploration of some places, and to finish a synchronous meeting, inworld, in a conference where the activity was discussed and assessed.
URI: http://hdl.handle.net/10400.2/6787
Designação: Dissertação de Mestrado em Pedagogia do Elearning apresentada à Universidade Aberta
Aparece nas colecções:Mestrado em Pedagogia do E-Learning / Master's Degree in Elearning Pedagogy - TMPEL

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
TMPEL_RuiPascoa.pdf6,09 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.