Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.2/6644
Título: Análise do modelo pedagógico do ECOiMOOC : estudo de caso sobre o design instrucional do Boot Camp
Autor: Morais, Diana Catarina Thomaz Moura
Orientador: Morgado, Lina
Palavras-chave: Universidade Aberta
Módulo de Ambientação
MOOCs
Modelo Pedagógico Virtual
Projetos de educação
ECO
EMMA
iMOOC
Boot Camp
MOOC
UAb’s Virtual pedagogical model
Data de Defesa: 5-Mai-2017
Citação: Morais, Diana Catarina Thomaz Moura - Análise do modelo pedagógico do ECOiMOOC [Em linha]: estudo de caso sobre o design instrucional do Boot Camp. [S.l.]: [s.n.], 240 p.
Resumo: Com a evolução dos meios tecnológicos e da mutabilidade da educação face à era digital surgiram os Massive Open Online Courses (MOOCs). Estes cursos online, de cariz massivo e gratuito e que acolhem todos aqueles que pretendam fazer parte desta experiência educativa, obrigam a repensar os princípios pedagógicos e as ferramentas a disponibilizar para fazer com que os participantes adquiram e desenvolvam competências quer ao nível do tema abordado, quer ao nível digital. Face a esta realidade educacional, há necessidade de estudar este tipo de curso de forma a compreender em que medida estes podem assumir um papel preponderante enquanto fomentadores da criação de conhecimento e ampliação do conceito de educação, na medida em que permitem a todos aqueles que possuam um computador e que tenham ligação à internet terem acesso à educação sem restrições. A literacia digital assume-se como um pilar para que os participantes possam desenvolver e acompanhar todas as atividades propostas ao longo do MOOC. Contudo, há muitos elementos que acabam por promover a desmotivação dos participantes, dos quais é possível destacar: a falta de tempo, a falta de pré-requisitos digitais, a sensação de “solidão” uma vez que o curso se desenvolve num ambiente online, o desconhecimento da plataforma e das ferramentas a utilizar, o volume de informação disponibilizada, assim como o domínio e o desenvolvimento de um cronograma desenvolvido pelo participante para direcionar a sua participação ao longo do curso. A identificação destes fatores permite colocar várias questões: Como será possível reduzir a desmotivação e o abandono? Haverá algum elemento diferenciador que poderá desde do primeiro instante promover a empatia dos participantes em relação ao MOOC? Assim surgiu a necessidade de avaliar em que medida o Módulo de Ambientação pode assumir um papel de destaque. Esta dissertação teve o seu foco no Módulo de Ambientação dos cursos MOOC ministrados pela Universidade Aberta e teve como propósito encontrar uma resposta às seguintes questões investigativas: Quais os parâmetros/características que o Módulo de Ambientação deverá abarcar? Será o Módulo de Ambientação capaz de funcionar como um catalisador para o sucesso dos MOOCs? Permitirá o Módulo de Ambientação aumentar os rácios de sucesso destes cursos? Terá este módulo algum contributo para que mais do que uma comunidade dentro do MOOC possa emergir uma comunidade para além do curso em questão? A importância deste estudo deve-se ao facto de se tratar do primeiro contacto do participante com o MOOC e ainda na particularidade de se tratar de um Módulo de Ambientação pensado e desenvolvido segundo o modelo virtual pedagógico da UAb com vista ao desenvolvimento de um modelo pedagógico de referência desenvolvido para MOOCs. A metodologia utilizada para realizar o Estudo de Caso foi desenvolvida com base na recolha de dados provenientes da aplicação de questionários, na realização de entrevistas e na análise de conteúdo das interações desenvolvidas pelos participantes ao longo do Módulo de Ambientação. Os questionários foram aplicados em dois projetos (EMMA e ECO), enquanto a aplicação das entrevistas e a análise de conteúdo das interações, só foram desenvolvidas no âmbito do ECO. Esta escolha prende-se com facto que o curso desenvolvido no âmbito deste projeto foi elaborado segundo um modelo pedagógico virtual desenvolvido pela UAb especificamente para cursos MOOC, nomeadamente o iMOOC. Após a análise exaustiva dos dados recolhidos é possível concluir que o Módulo de Ambientação desenvolvido foi francamente bem aceite pelos participantes, que o consideraram como uma peça-chave quer no que concerne à parte motivacional dos participantes, quer como elemento impulsionador para promover a continuidade dos participantes no MOOC, quer como ponto de partida para a criação de comunidades de prática. Foi ainda identificado como essencial para permitir a familiarização com a plataforma, com a própria dinâmica do curso e como promotor do código de conduta /etiqueta da convivência online.
The Massive Open Online Courses (MOOCs) appeared as consequence of the evolution of technological resources and the changes in education in the digital era. These online courses are massive and free and that welcomes all those who wish to be part of this educational experience. These characteristics impose rethinking the pedagogical principles and the tools available to make the participants not only to acquire, but also, to develop skills both in terms of issues as well as in terms of digital literacy. Given this educational reality, it is necessary to develop studies on MOOCs and try to identify how they can take a leading role as promoters of knowledge creation and extension of the concept of education, in the sense that it allows to all those who have a computer and have an internet connection can have access to education without restrictions. Digital literacy is assumed as a pillar allowing the participants develop and monitor all the proposed activities throughout the MOOC. However, there are many elements that end up promoting the demotivation, from that list we can highlight: the lack of time, lack digital prerequisites, the feeling of "loneliness" because de course is developed in an online environment, lack of knowledge of the platform and the tools to be used, the volume of available information, as well as, the domain and the development of a schedule that provides the possibility the organize the effectiveness of participation interventions throughout the course. Taking into account these considerations, it is possible to think in different questions, namely: how can we reduce the demotivation and abandonment? It is possible to find a differentiator element that can, from the first moment, promote empathy of the participants concerning the MOOC? It is why it was necessary to mesure in what way the Boot Camp can play a key role. So, this work has its focus on the MOOC Boot Camp concerning the MOOCs offered by the Portuguese Open University and his goals are to find an answer to the following questions: What are the parameters / characteristics that Boot Camp should cover? Bootcamp will be able to function as a catalyst for the success of MOOCs? Can the Boot Camp increase the success ratios of these courses? This module will give some contribution to the creation of communities inside of the MOOC that could emerge beyond the course? Boot Camp was selected as the focus issue to this study because it is the first participant's contact with the MOOC as well as the Boot Camp was developed according to the UAb’s educational virtual model developed specifically to MOOCs, called iMOOC. The case study was developed based in a methodology which includes the data collected from the questionnaires, interviews and from the content analysis of the Interactions developed along the setting module. Questionnaires were applied in two projects (EMMA and ECO), while the application of interviews and the content analysis of the interactions, were only made in ECO project. The MOOCs in ECO project had a prominent role in this study, once this MOOCs was thought and developed according to the know-how of UAb in distance learning education using the iMOOC model. After a thorough analysis of the data collected, it is possible to conclude that the Boot Camp developed was openly welcomed by the participants who considered it as a key element, both as what concerns to the motivational part, that moves participants to interact, either as a catalyst element to sustain the continuity of participants in the MOOC, or as starting point for creating communities of practice. It was also identified as essential to allow the familiarization with the platform, with the course dynamic and as a promoter of the conduct code / rules of online coexistence in an online learning environment.
URI: http://hdl.handle.net/10400.2/6644
Designação: Dissertação de Mestrado em Pedagogia do E-Learning apresentada à Universidade Aberta
Aparece nas colecções:Mestrado em Pedagogia do E-Learning / Master's Degree in Elearning Pedagogy - TMPEL

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
TMPEL_DianaMorais.pdf13,85 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.