Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.2/4957
Título: A descrição parametrizada da imagem para um eLearning acessível e inclusivo
Autor: Francisco, Maria Manuela Amado da Silva
Orientador: Mendes, António Quintas
Palavras-chave: Ensino a distância
Elearning
Educação inclusiva
Acessibilidades
Cegueira
Imagem
Tecnologia digital
Doenças oculares
Accessibility
Inclusion
Visual disability
Image description
Data de Defesa: 2015
Citação: Francisco, Maria Manuela Amado da Silva - A descrição parametrizada da imagem para um eLearning acessível e inclusivo [Em linha]. Lisboa : [s.n.], 2015. 2 vol.
Resumo: Considerando que os conteúdos educativos digitais e os ambientes virtuais recorrem frequentemente a imagens que assumem diversas funções, é necessário descrever estes elementos para que possam ser percecionados por quem não tem acesso visual aos mesmos. Apesar das Diretrizes de Acessibilidade para Conteúdo Web (WCAG) explicarem as questões técnicas relativas aos alternativos textuais e darem sugestões de como descrever, a maioria das imagens não é descrita ou apresenta texto alternativo inútil. Assim, colocam-se 2 problemas: o que descrever e que descrição é mais eficaz para quem não tem contacto visual com a imagem. Face a esta problemática, este estudo apresenta uma matriz para descrever uma imagem digital em contexto de eLearning. Para validar esta matriz foram escolhidas 2 imagens, uma da categoria “Pessoas” e outra da categoria “Arquitetura”. Foi solicitada a descrição destas imagens a 2 grupos de “descritores”, 32 descreveram as imagens com base nos parâmetros encontrados (a matriz) e 34 sujeitos descreveram as imagens de forma livre. Das descrições obtidas com base na matriz elaborou-se uma descrição parametrizada com base na frequência de palavras, para a qual se desenvolveram testes de “memória”, “preferência” e “correspondência”, procurando verificar a sua eficácia. Para verificar esta eficácia de forma comparativa foram desenhados os mesmos testes com uma das descrições livres. Estes testes teriam de ser realizados por 2 grupos: um grupo que não utiliza a função visual e um grupo que utiliza a função visual. Elaborou-se um questionário de perfil para identificar os sujeitos que seriam incluídos nestes 2 grupos criados na plataforma Moodle. Foram envolvidos 23 sujeitos que não utilizam a função visual (com cegueira congénita e cegueira adquirida) e que realizaram os testes de memória auditiva e de preferência; e 97 sujeitos que utilizam a função visual (sem deficiência visual, com deficiência visual moderada e severa), sendo que metade realizou os mesmos testes que o grupo que não utiliza a função visual e a outra metade realizou os testes de correspondência e memória visual. Dos resultados obtidos podemos concluir que a descrição segundo os parâmetros apresentados é mais eficaz que a descrição “livre” e vai ao encontro da preferência dos indivíduos que não utilizam a função visual ou não têm contacto visual com a imagem.
Whereas the educational content and virtual environments often use pictures, which assume different functions, it is necessary to describe these elements so that they can be perceived by those who do not have visual access to them. Despite the Web Content Accessibility Guidelines (WCAG) explain technical issues relating to alternative text and give suggestions of how to describe; most images are not described or present useless alternate text. Thus, there are 2 problems: what to describe and which is for those who do not have visual contact with the image the most effective description. Faced with this problem, this study presents a matrix - a set of parameters to describe a digital image in the eLearning context. To validate these parameters were chosen 2 images, one of the "People" category and another of "Architecture" category. It was requested to 2 groups of "descriptors" to describe these images; 32 described the images based on the parameters (the matrix) and 34 subjects described the images freely. With the descriptions obtained based on the matrix, devised a parameterized description based on the frequency of words and for which we have developed some “memory”, “preference” and “match” tests, seeking to verify their effectiveness. To verify this effectiveness in a comparative way we draw the same tests with one of the free descriptions. These tests would have to be performed by 2 groups: one group that does not use the visual function and a group that uses the visual function. A questionnaire was elaborated to identify subjects that would be included in these 2 groups created on Moodle platform. 23 subjects who do not use the visual function (with congenital blindness and acquired blindness) were involved and performed the tests of auditory memory and preferably; and 97 subjects who use the visual function (without visual impairment, with moderate and severe visual impairment) were enrolled in the other group, half held the same tests that the group that does not use the visual function and the other half held the matching tests and visual memory. With the obtained results we can conclude that the description according to the parameters presented is more effective than "free" description and goes to meet the preference of individuals that do not use the visual function or do not have visual contact with the image.
Descrição: Tese de Doutoramento em Educação, na especialidade de Educação a Distância e Elearning apresentada à Universidade Aberta
URI: http://hdl.handle.net/10400.2/4957
Aparece nas colecções:Educação a Distância e Elearning / Distance Education and Elearning

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
TD_MManuelaFrancisco_2015.pdf4,38 MBAdobe PDFVer/Abrir
TD_MManuelaFrancisco_Anexos.pdf4,92 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.