Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.2/727
Título: A família do idoso: o parceiro esquecido?: cuidar do idoso hospitalizado em parceria com a família, perspectivas dos enfermeiros
Autor: Dinis, Rogério Paulo Antunes Borges
Orientador: Carmo, Hermano
Palavras-chave: Comunicação em saúde
Cuidar
Enfermagem
Envelhecimento
Família
Hospitais
Pessoas idosas
Sociologia da saúde
Health communication
Nursing
Elderly
Geriatrics
Family
Health services
Data de Defesa: 2006
Citação: Dinis, Rogério Paulo Antunes Borges - A família do idoso [Em linha] : o parceiro esquecido? : cuidar do idoso hospitalizado em parceria com a família, perspectiva dos enfermeiros. Lisboa : [s.n.], 2006. 216 p.
Resumo: A família representa uma importante fonte de suporte à pessoa idosa doente hospitalizada. As repercussões da doença não afectam só o doente, estendendo-se também aos familiares – também frequentemente idosos – podendo provocar uma situação de desorganização e de stress familiar. Cuidar em parceria pode permitir utilizar recursos da família, apoiando-a concomitantemente. Quer entendida como metodologia, relação ou conjunto de princípios, a parceria, tem vindo a ganhar relevo no âmbito da bibliografia e discurso dos enfermeiros. Este estudo, realizado num serviço de medicina de um hospital central de Lisboa, procurou conhecer as características da experiência de cuidar em parceria com os familiares de idosos internados, perspectiva de dez enfermeiros. As principais temáticas do enquadramento teórico e que suportam o estudo empírico são: Enfermagem; Envelhecimento; Família; Hospital e Parceria. Optámos pela realização de um estudo exploratório e descritivo, utilizando uma metodologia do tipo qualitativo, recorrendo à entrevista semi-estruturada como técnica de pesquisa. Foi utilizado o método de análise preconizado por Jean Watson. Procurámos conhecer a concepção de parceria, no âmbito da prestação de cuidados com a família, quais os factores que a condicionam, compreender como vivenciam os enfermeiros esta experiência e conhecer as suas repercussões. Relativamente aos factores que a condicionam emergiram, dos dados recolhidos, seis dimensões: Relação Interpessoal; Cooperação; Identidade; Ética; Projecto de Cuidados, e Contexto Organizacional. Cada uma destas tem um papel fundamental na estruturação desta parceria. O conceito de parceria para os enfermeiros participantes neste estudo tem atributos essenciais que se constituem como seus princípios básicos; estes podem definir a parceria isoladamente ou em complementaridade. Apesar da integração da parceria nas práticas de cuidados, a conceptualização da mesma é ainda incipiente. Quando envolvidos em experiências de cuidar em parceria, os enfermeiros tendem por um lado, a sentir medos e preocupações e, por outro, sentimentos de satisfação. Para cada um dos domínios que são suporte da parceria encontram-se repercussões positivas quando estão asseguradas as condições essenciais ao seu estabelecimento. A experiência de cuidar em parceria compreende uma acção comum, em complementaridade integrada, com um compromisso mútuo e de sentido consensual, entre o doente idoso internado, os seus familiares e o enfermeiro – o pivot de uma equipa de cuidados
The family represents an important source of support for the aged, ill and inpatient. The consequences of one’s illness, affect members of his or her family –who often are also of old age – which may cause disorder and distress in their lives. To acre in partnership allows the use of the family as a resource, supporting it concomitantly. In more recent years, partnership as a methodology, relationship or as a concept has been growing in importance; this is perceptible among nurses as well as in the specialized bibliography. This study, conducted in a nursery of a central hospital in Lisbon, attempts to understand the characteristics of partnership caring experience with aged inpatients, from the point of view of ten nurses. The main themes of the theoretic base supporting the necessary empirical study for this project are: Nursing; Aging; Family; Hospital, and Partnership. The exploratory and descriptive study was made using a qualitative methodology, while semi-structured interviews were employed for collecting data. The analytical method used was that of Jean Watson. An attempt was made to know the conception of partnership; the factors that influenced it and its consequences, and to understand how nurses experience caring in partnership. From the collected data, six dimensions that are conditional for partnership, emerged: interpersonal relationship; cooperation; identity; the organizational context; the ethical, and of care project. The conception of partnership among the participating nurses evidences essential features, which define it in an isolated way or complementing each other. For them, its integration in caring practices has already been recognized, yet its conceptualization still arises difficulties. When involved in partnership caring experiences, nurses feel in one hand, fears and worries, and on the other, have feelings of satisfaction. The establishment of the essential conditions for partnership results in positive repercussions; this is valid for every area supporting partnership. One may therefore affirm that the experience of caring in partnership involves an action in common, in an integrated plan, and with a mutual agreed commitment. This involves the aged inpatient and the respective family members, as well as the nurse – the pivot of a caring team
Descrição: Dissertação de Mestrado em Comunicação em Saúde apresentada à Universidade Aberta
URI: http://hdl.handle.net/10400.2/727
Aparece nas colecções:Mestrado em Comunicação em Saúde / Master's Degree in Health Communication - TMCS

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
TMCS_RogérioDinis.pdf1,71 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.