Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.2/725
Título: O factor comunicação em provas de espirometria
Autor: Vinha, Maria do Céu Barradas Poeiras
Orientador: Jesuíno, Correia
Palavras-chave: Spirometry
Communication
Performance
Satisfaction
Observational techniques
Comunicação em saúde
Pessoal de saúde
Doença pulmonar (especialidade)
Exames médicos
Espirometria
Data de Defesa: 2008
Resumo: O presente estudo procura analisar a comunicação que se estabelece entre os Técnicos de Saúde – Cardiopneumologistas e os doentes, na prática de exames complementares de diagnóstico e terapêutica da área da Pneumologia – Provas de Função Respiratória (PFR) – Espirometrias. Este estudo desenvolve-se na área da comunicação em saúde, centrando-se na importância dos factores comunicacionais na relação entre o doente e os prestadores de cuidados, na satisfação percebida pelo doente, enquanto indicadores da qualidade dos serviços. Insere-se no âmbito do Estudo Funcional Respiratório (EFR) e circunscreveu-se apenas à técnica da Espirometria, que sendo uma das técnicas mais utilizadas, é também muito influenciada pelo desempenho do doente e do CPL. O estudo teve lugar no laboratório de função respiratória do Hospital Garcia de Orta onde a autora desempenha a sua actividade profissional. Partindo de uma contextualização teórica em que se analisa o processo de comunicação e toda a sua envolvente. Foi dado especial relevo ás relações interpessoais, ás diferentes formas de comunicação, ás atitudes e crenças, ás emoções e à tecnologia de diagnóstico nomeadamente à correspondente à Cardiopneumologia (CPL). O modo de comunicar e de agir de um indivíduo com outro promove o êxito ou o fracasso da relação interpessoal. Durante a interacção humana, gestos e voz são simultaneamente utilizados para expressar não só informação verbal, mas também aspectos comunicativos importantes que enriquecem, complementam e clarificam a conversação. De entre estes aspectos comunicativos não linguísticos encontra-se o estado emocional do falante, que se manifesta através da modulação de diferentes canais de comunicação, incluindo a expressão facial e a entoação. Foram estudados doze doentes durante a realização de Espirometrias, através de um estudo exploratório. Os objectivos do estudo foram: - Verificar se o acolhimento, a integração e a explicação dada ao doente no laboratório de função respiratória, influenciam os resultados, - Verificar se durante a realização da Espirometria, sendo a comunicação/explicação, transmitida pelo CPL considerada uma parte importante deste, influencia o desempenho e a satisfação do doente e por sua vez, a fidedignidade dos resultados, - Verificar se para além da comunicação, existem outros factores que influenciam no desempenho e na satisfação do doente, sendo assim necessário alterar a forma de comunicar com os doentes para promover uma melhor colaboração nestes exames, - Verificar se o tipo de acolhimento dado aos doentes pode ser influenciado pelo número de exames diários realizados no laboratório. Foi utilizada uma metodologia qualitativa e os resultados obtidos confirmaram maioritariamente as expectativas
The present study aims at analyzing the communication process taking place between health professional in cardiopneumology (CPL) and the patients, during routine tests for diagnosing purposes, and for complementary exams and treatment in the field of Pulmonary Respiratory Function - Spirometry. It was hypothesized that the quality of communication between patient and professionals would have a positive impact on the satisfaction of the patient as well as on the level of the understanding of the practice, particularly in the case of spirometry where the cooperation of the client is of the utmost importance The study was conducted in the Hospital Garcia de Orta, where the author works, using an observational technique followed by questionnaires that the patients were asked to answer about their satisfaction and level of anxiety experimented Five sessions out of twelve exams were video recorded for further examination. Verbal and non verbal communication and technical skills of the professionals were the independent variables to be related with the attitudes and the behaviours of the patients The analysis of the results confirmed the hypothesis. Although, in broad terms, and due to the skills of the well trained professionals, no particularly negative results were to be expected, the technique of recording the exams permited a more detailed assessment of the practices that contributes to improve the performance mostly in what concerns the way of communicating with the patients
Descrição: Dissertação de Mestrado em Comunicação em Saúde apresentada à Universidade Aberta
URI: http://hdl.handle.net/10400.2/725
Aparece nas colecções:Mestrado em Comunicação em Saúde / Master's Degree in Health Communication - TMCS

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Ceu Vinha1.pdf3,16 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.