Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.2/716
Título: Comportamentos, hábitos e conhecimentos de saúde oral das crianças: percepção dos pais/encarregados de educação
Autor: Rodrigues, Carla Maria Nobre Balseiro
Orientador: Goulão, Fátima
Palavras-chave: Comunicação em saúde
Crianças
Saúde oral
Comportamento
Hábitos
Inquéritos
Sociologia da saúde
Oral health behaviours
Oral health habits
Health promotion
Dental caries
Child development
Family
Dental caries
Data de Defesa: 2008
Citação: Rodrigues, Carla Maria Nobre Balseiro - Comportamentos, hábitos e conhecimentos de saúde oral das crianças [Em linha] : percepção dos pais/encarregados de educação. Lisboa : [s.n.], 2008. 186 p.
Resumo: A cárie dentária é onipresente em todas as populações existentes no mundo e é o factor-chave responsável pela dor e perda dos dentes. Esta é uma das doenças mais prevalentes na idade pré-escolar e escolar e exerce forte impacto no bem-estar individual e social da criança. Sabendo que a família tem influência na definição de comportamentos de saúde oral e um papel fundamental no desenvolvimento dos hábitos e dos conhecimentos da criança, este estudo teve como principal objectivo descrever e analisar os comportamentos, os hábitos e conhecimentos de saúde oral das crianças e relacioná-los com a percepção que os pais/encarregados de educação têm relativamente à saúde oral dos seus filhos/educandos. Este estudo de carácter descritivo pretendeu analisar e comparar as respostas dadas pelos pais/encarregados de educação e pelas crianças, avaliando se os hábitos, os conhecimentos e os comportamentos das crianças auto-relatados pelos pais/encarregados de educação eram consonantes com as respostas dadas pelas crianças. Para este estudo escolheu-se uma amostra de conveniência de pais/encarregados de educação e respectivas crianças/educandos da Instituição Jardim-de-Infância e C.A.T.L. “O Varino" da Santa Casa da Misericórdia de Alhos Vedros. Como instrumentos de recolha de dados foram utilizados dois questionários elaborados para o estudo. Um destinava-se aos pais/encarregados de educação e o outro às crianças. Também foi observada a cavidade oral das crianças para determinar a prevalência de cárie dentária e avaliar o índice de acumulação de placa bacteriana. A amostra foi composta por 94 pais/encarregados de educação e respectivas crianças que se encontravam em condições de análise. Para responder aos nossos objectivos os questionários foram elaborados tendo em conta três dimensões: a primeira dimensão para caracterização sócio-demográfica da amostra; a segunda para conhecer e avaliar comportamentos e hábitos em saúde oral da amostra; e a terceira para avaliar os conhecimentos em saúde oral da amostra. Relativamente à observação da cavidade oral verificou-se que 76,1 % (70) das crianças estava livres de dentes cariados, perdidos ou obturados na dentição decídua e 90,2% (37) não tinha dentes cariados, perdidos ou obturados na dentição definitiva. Os resultados mostraram que estes pais/encarregados de educação e estas crianças, na sua maioria, parecem ter comportamentos, hábitos e conhecimentos de saúde oral adequados
Dental caries is an obiquous disease in all populations in the world and is the key factor for dental pain and tooth loss. In pre-school and school children is one of the most prevalent diseases with a strong impact on individual and social well-being. Knowing that the family plays a fundamental role in the definition of good oral health behaviours and in the development of habits and knowledge related to oral health, this descriptive study aimed to describe and analyse the behaviours, habits and knowledge of children oral health and compare them with the self-reported perceptions of their parents/guardians about the oral health of their sons/children. A convenience sample of parents/caregivers and respective sons/children were selected from the Institution “O Varino" da Santa Casa da Misericórdia de Alhos Vedros. The sample comprised 94 parents/guardians and respective sons/ children. Data was collected using two questionnaires developed for this study, one for children and other for the parents/guardians, and by an oral health survey of children’s mouth to assess prevalence of dental caries and the accumulation of dental plaque. Questionnaires were analysed according to three dimensions: the socio-demographic characteristics, the oral habits and behaviours and the oral health knowledge of the sample. From the children observed 76,1% (70) were caries free in the deciduos dentition and from those that already possess permanent teeth 90,2% (37) were caries free in the permanent dentition. Results indicate that the vast majority of both parents/guardians and sons/children seem to have adequate oral health behaviours, habits and knowledge
Descrição: Dissertação de Mestrado em Comunicação em Saúde apresentada à Universidade Aberta
URI: http://hdl.handle.net/10400.2/716
Aparece nas colecções:Mestrado em Comunicação em Saúde / Master's Degree in Health Communication - TMCS

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
LC411.pdf1,01 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.