Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.2/714
Título: O erro na administração de medicação: causas e factores contributivos e atitudes dos enfermeiros
Autor: Lobo, Ana Catarina Machado
Orientador: Jesuíno, Correia
Palavras-chave: Sociologia da saúde
Enfermagem
Enfermeiros
Cuidar
Tratamento médico
Medicamentos
Erros
Data de Defesa: 2008
Citação: Lobo, Ana Catarina Machado - O erro na administração de medicação [Em linha] : causas e factores contributivos e atitudes dos enfermeiros. Lisboa : [s.n.], 2008. X, 206, [22] p.
Resumo: Este estudo de investigação surge de uma preocupação da investigadora, enfermeira na prestação de cuidados, que advém da sua experiência profissional em serviços de internamento de adultos e idosos, tendo presenciado o acontecimento de erros de administração de medicação. A temática da segurança do doente é enfatizada neste trabalho, realizado no Serviço de Medicina III do Hospital de São Francisco Xavier, em Lisboa. Procurou-se recolher a opinião dos enfermeiros e dos enfermeiros gestores sobre as causas e factores que contribuem para o erro, os tipos de erro mais frequentes, as implicações que dele advêm, para o enfermeiro e para o utente e quais as atitudes tomadas pelos enfermeiros e pelas chefias, que representam a organização, quando dele tomam conhecimento. O estudo enquadrou-se numa metodologia qualitativa, sendo do tipo exploratório e descritivo. Recorreu-se à entrevista livre semi-estruturada aplicada a 6 enfermeiros prestadores de cuidados e a 3 enfermeiros com cargos de gestão. Os enfermeiros na prestação de cuidados consideram os factores ambientais preponderantes para o acontecimento do erro em relação aos factores pessoais. No processo de administração da terapêutica, os erros nas diluições dos fármacos são o factor dominante para ocorrerem erros, associado aos enganos da dose administrada, enquanto que o incumprimento do horário da toma é a violação de regras mais vezes visada. A prescrição electrónica, levou à redução dos erros de transcrição e o método individual de trabalho assume extrema importância na melhoria da segurança do doente internado. Os profissionais mais experientes preferem ocultar os erros por receio que a revelação do erro possa comprometer a sua idoneidade profissional. A conduta da chefia é considerada positiva na abordagem ao enfermeiro que cometeu o erro, procurando compreender aquilo que o motivou. Os enfermeiros gestores consideram que a gravidade dos erros deve ser enquadrada nas consequências para o doente, que são mais gravosas do que para o enfermeiro. Estes encaram a compreensão do erro e do indivíduo como medida mais importante após o seu acontecimento ao invés da penalização. Daqui pode-se extrair uma tentativa real de compreensão do erro embora a punição seja igualmente considerada
This investigation study emerge from a concern of the investigator, healthcare provider nurse, related to its professional experience in medical services with adults and elder people, coming across with errors in drug administration. The thematic of patients security is highlighted in this work, carried out in the Medicine Service III of Hospital S. Francisco Xavier in Lisbon. The objective was to gather from practice nurse’s and its management opinions about the reasons and factors that contribute towards the error, the most frequent types of errors, the implications that will arise from it to both nurse and patient, and what actions were taken by the practice nurses and management representing that institution, when they became aware of that happening. The study used a frame of qualitative methodology from the type exploratory and descriptive. The semi-structured free interview was applied to 6 nurses that provide healthcare services and to 3 nurses with management roles. Nurses that provide healthcare services consider that the ambient factors prevail over the personal factors in what concerns the happening of error. In the process of drug administration, errors in the dilution of drugs are the most preponderant factors that lead to errors; they are associated with errors in the dosing administered, while the nonfulfilment of scheduled administration hours is the most common rule violation. The electronic prescription lead to a reduction of the transcription errors and the individual method of work assumes extreme importance in the increase of in-patient safety. Most experienced professionals prefer to hide the errors fearing that the revelation could compromise their professional competence. The conduct of the management is considered positive in the approach that it does to the nurse that committed the error, seeking an understanding of what lead to it. The managing nurses consider that the gravity of errors must be in direct relation to the consequences that result to the patient, much more important than those for the nurse. The management considers the understanding of the error and the individual as the most significant step rather than penalizing. From what was said, we can extract that there is a real attempt to understand the error, nevertheless punishment is also considered
Descrição: Dissertação de Mestrado em Comunicação em Saúde apresentada à Universidade Aberta
URI: http://hdl.handle.net/10400.2/714
Aparece nas colecções:Mestrado em Comunicação em Saúde / Master's Degree in Health Communication - TMCS

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
LC444.pdf1,63 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.