Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.2/664
Título: A participação dos alunos no conselho pedagógico: estudos de caso
Autor: Monteiro, António Manuel Godinho Pereira
Orientador: Barreto, Maria Antónia
Palavras-chave: Alunos
Conselho pedagógico
Ensino secundário
Organização escolar
Participação dos alunos
Planeamento e administração da educação
Data de Defesa: 2006
Citação: Monteiro, António Manuel Godinho Pereira - A participação dos alunos no conselho pedagógico [Em linha] : estudos de caso. Lisboa : [s.n.], 2006. 356 p.
Resumo: O estudante de hoje encontra-se inserido num mundo em constante mudança, o que lhe permite a vivência de inúmeras situações, perante as quais tem uma forma própria de reagir. A educação não deve ter como objectivo a reunião de pessoas, fazer aderir a valores comuns forjados no passado, mas preparar cada pessoa para a participação, mostrar-lhe os seus direitos e deveres e desenvolver as suas competências sociais de modo a estimular o trabalho em equipa na escola. À medida que Portugal avança para a era da tecnologia a ênfase deve ser colocada nas pessoas e na sua formação, o que reforça a importância da educação e das relações entre os diferentes grupos. O Conselho Pedagógico é o órgão de administração e gestão que assegura a orientação e coordenação da vida educativa da escola ou do agrupamento de escolas, sobretudo no domínio pedagógico e didáctico, de orientação e de acompanhamento do aluno e da formação inicial e contínua do pessoal docente e não docente. O papel do aluno no Conselho Pedagógico é importante, uma vez que, permite que ocorra uma troca de ideias entre os professores e os alunos. O professor nem sempre está ao corrente dos factos que se verificam no mundo do aluno, logo é necessário que o aluno frequente as reuniões do Conselho e que a escola o motive à participação
The students today are surrounded with changes that allowed them to live lots of different situations in every way. Education should not emphasis on basic values but instead it should prepare each person to an active role in the social way of live. Education must give a new look at teaching and learning those values. As Portugal moves into the technology era, employment is shifting to provision of services from production of goods. This trend emphasizes people, rather than things, and points up the need for educational programs which deal with group’s relations. There are legitimate ways of teaching the meaning of integrity, personal responsibility and respect for others. There are effective ways of motivating students to understand the relationship between order and freedom, obligation and privilege, unity and diversity. This process of reconciliation must be encouraged in schools. It is important that students could be at the important meetings with teachers, because participation is a way of motivation
Descrição: Dissertação de Mestrado em Administração e Gestão Educacional apresentada à Universidade Aberta
URI: http://hdl.handle.net/10400.2/664
Aparece nas colecções:Mestrado em Administração e Gestão Educacional / Master's Degree in Administration and Educational Management - TMAGE

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
LC211.pdf2,54 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.