Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.2/6633
Registo completo
Campo DCValorIdioma
dc.contributor.advisorSimão, João Miguel Neto-
dc.contributor.advisorSousa, Rosana de Lemos de-
dc.contributor.authorBarata, Sónia Ramos-
dc.date.accessioned2017-09-12T10:38:51Z-
dc.date.available2017-09-12T10:38:51Z-
dc.date.issued2017-06-16-
dc.date.submitted2017-09-12-
dc.identifier.citationBarata, Sónia Ramos - Participação e desenvolvimento sustentável [Em linha]: as hortas comunitárias de Cascais. [S.l.]: [s.n.], 2017. 131 p.-
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10400.2/6633-
dc.description.abstractA literatura existente sobre o fenómeno de hortas urbanas tem-se debruçado essencialmente sobre o seu contributo para a sustentabilidade das cidades e sobre a importância ambiental deste tipo de iniciativas. A nível internacional, as atenções têm-se centrado na relação da agricultura urbana com a alimentação e no seu potencial de combate às alterações climáticas e em tornar as cidades mais resilientes. A questão que se coloca é a de compreender o processo de participação em programas de hortas urbanas de carácter comunitário e relacionar essa mesma participação com a promoção da sustentabilidade local. O que motiva os cidadãos a participar, como participam e quais os resultados dessa participação são as questões centrais que iremos abordar. Em termos metodológicos, o presente estudo recorre à análise qualitativa através do desenvolvimento de um estudo de caso. As entrevistas semi estruturadas aos utilizadores dos espaços hortícolas foram o principal método de recolha de dados, sendo posteriormente objeto de análise de conteúdo. Encarada como um processo, examinamos a participação no programa de hortas comunitárias de Cascais através de uma análise às entradas (inputs), ao próprio processo em si e aos resultados (outputs) da participação. Para além de identificar as motivações dos utilizadores e a forma como participam, centramos nossa atenção nos resultados da participação, com incidência ao nível do empoderamento comunitário, da promoção de uma cidadania mais ativa e o seu contributo para a criação de capital social, constituindo esta abordagem a parte inovadora desta pesquisa. Concluímos que a participação neste tipo de projetos gera efeitos bastante positivos para a sustentabilidade local. O reforço das relações sociais, a promoção da coesão e inclusão social desenvolvidos ao longo na participação facilitam o estreitamento das relações de vizinhança. Mais, ao favorecerem a aquisição de competências, estimulam a cidadania e a participação em outros projetos comunitários, contribuindo assim para empoderar os participantes e criando um cenário favorável à geração de capital social.pt_PT
dc.description.abstractThe literature on urban gardens has focus essentially on its contribution to cities sustainability and the environmental benefits of this type of projects. At international level, the attentions have been centered on its relation to urban agriculture and food issues and its potential to face climate changes and its role in making more resilient cities. The main purpose of this investigation is to understand the participation process in community urban garden projects and to relate that participation with local sustainability. What motivates citizens to participate, how they participate and which are the results of that participation are the main questions that we discuss in this paper. Methodologically, our case study uses qualitative analysis and semi structured interviews, that were object of content analysis. Understood as a process, we examine the participation in the Cascais community garden project, by identifying the inputs, the process and the outputs of participation. We identify the motivations of the participants, the way they participate and the results of that participation with a closer look to its potential to promote community empowerment, active citizenship and its contribution to generate social capital, considering this, the innovation of this research. We conclude from our research that participation in this kind of projects can generate positive effects on local sustainability. The strengthening of social relations, the promotion of social inclusion and cohesion that occurs when people participate, facilitate neighborhood relations. More, by promoting knowledge and the acquisition of skills, stimulate citizenship and participation in other community projects contributing to the empowerment of citizens, creating a good scenario for the generation of social capital.pt_PT
dc.language.isoporpt_PT
dc.rightsopenAccesspt_PT
dc.subjectDesenvolvimento sustentávelpt_PT
dc.subjectHortas comunitáriaspt_PT
dc.subjectParticipação socialpt_PT
dc.subjectCapital socialpt_PT
dc.subjectAgricultura sustentávelpt_PT
dc.subjectEstudo de casospt_PT
dc.subjectCascaispt_PT
dc.subjectParticipation-
dc.subjectCommunity gardens-
dc.subjectSustainable development-
dc.subjectSocial capital-
dc.subjectEmpowerment-
dc.titleParticipação e desenvolvimento sustentável : as hortas comunitárias de Cascaispt_PT
dc.typemasterThesispt_PT
thesis.degree.nameDissertação de Mestrado em Cidadania Ambiental e Participação apresentada à Universidade Abertapt_PT
Aparece nas colecções:Mestrado em Cidadania Ambiental e Participação / Master's Degree in Environmental Citizenship and Participation - TMCAP

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
TMCAP_SóniaBaratal.pdf2,6 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.