Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.2/6630
Título: Ambientes híbridos em educação a distância : cenários para a criação de envolvimento do estudante na rede
Autor: Messias, Inês
Orientador: Morgado, Lina
Barbas, Maria da Costa Potes Franco Barroso Santa-Clara
Palavras-chave: Ensino a distância
Educação em rede
Elearning
Plataforma Moodle
Web 2.0
Facebook
Comunidades virtuais
Estudantes
Moodle
Engagement
Distance learning
Data de Defesa: 6-Mar-2017
Citação: Messias, Inês - Ambientes híbridos em educação a distância [Em linha]: cenários para a criação de envolvimento do estudante na rede. [S.l.]: [s.n.], 2016. 2 vol.
Resumo: O estudo referido na presente tese enquadra-se no âmbito do programa doutoral na especialidade de Educação a Distância e eLearning (EDeL) da Universidade Aberta, desenvolvida no contexto da linha de investigação em Educação a Distância e Educação em Rede do Laboratório de Educação a Distância e ELearning, LE@D, da Universidade Aberta, projeto de investigação em Educação Online e Web Social. A Educação a Distância tem sofrido grande desenvolvimento desde as primeiras gerações, possuindo hoje uma capacidade de inovação e de integração de novas plataformas e designs pedagógicos. Contudo é frequente atribuir-se-lhe alguma dificuldade em promover níveis de interação e participação dos estudantes que a frequentam. É neste contexto que esta investigação se propõe compreender a relevância do envolvimento do estudante para uma real construção e apropriação do conhecimento em cenários de educação a distância. Assim, partindo da criação de ambientes de aprendizagem híbridos ou mistos, obtidos, neste caso, conjugando ambientes virtuais formais e as suas características (por exemplo, o Learning Management System, Moodle), e complementado com ambientes virtuais informais e as suas características (por exemplo, a rede social Facebook), pretende-se compreender se e como poderá contribuir para um envolvimento do estudante em cursos do ensino superior a distância. Assim, importa antes de mais refletir e testar não só as plataformas onde o estudo será implementado, mas também as ferramentas que irão ser utilizadas para recolher os dados. O estudo pretende analisar o nível de envolvimento do estudante através do grau de interação, a frequência da colaboração e a qualidade das contribuições, quer em Fóruns de Discussão no Moodle, quer Grupos no Facebook. Os resultados desta análise permitirão identificar como estas ferramentas podem ou não influenciar o envolvimento dos estudantes e, consequentemente, o impacto que este tem no processo de construção do conhecimento. Após uma revisão da literatura, centrada nos estudos e na diversidade de ambientes virtuais disponíveis em contexto educacional, e do papel das redes sociais em contexto educacional, será realizada uma contextualização do estudo e descritos os ambientes virtuais (plataformas e as ferramentas) selecionados e o seu quadro teórico. Em termos metodológicos, uma vez que a base do estudo são a interação e o relacionamento entre o sujeito e as plataformas, adotou-se a Activity Theory como quadro teórico para o estudo, o que permitiu criar um planeamento, onde o cruzamento dos dados de ambas as plataformas foi detalhadamente pensado, definindo todos os elementos necessários ao estudo. Assim, foi possível definir o Moodle e o Facebook como as ferramentas a analisar, os participantes foram definidos como os estudantes e docentes envolvidos, as regras a serem aplicadas durante o estudo definiram-se como as normas de utilização das ferramentas, onde a comunidade se definiu como sendo o Ensino Superior a Distância em Portugal, o motivo entende-se como o objetivo do estudo, conhecer a relevância das ferramentas em estudo para o Ensino Superior a Distância, a divisão das tarefas possibilitou definir o papel que cada participante tem no estudo e o resultado entendeu-se como os dados que resultaram da experiência. O estudo apresenta uma natureza mista, uma vez que se procedeu à recolha de dados quantitativos e qualitativos, para ser possível responder às questões do estudo. Entre as ferramentas utilizadas para a recolha de dados quantitativos, para além dos questionários, houve a necessidade de recorrer a ferramentas de Learning Analytics para a recolha dos dados das plataformas em estudo. Utilizou-se o SNAPP para recolher os dados de interação no Moodle e o Netvizz para a recolha de dados nos grupos do Facebook. Este aspeto levou o estudo a enquadrar-se numa metodologia de Análise de Redes Sociais, ou Social Network Analysis. Esta metodologia, permitiu analisar os dados a diferentes níveis, quer relativamente aos intervenientes, quer a nível de grupo, local ou rede, permitindo compreender o padrão de relação entre indivíduos, os seus perfis de utilizadores e como afetam a rede. Para a visualização e análise dos dados, recorreu-se ao Gephi, que permitiu o tratamento dos dados recolhidos em ambas as plataformas e verificar os indicadores das interações em 3 níveis: individual (identificando o grau de centralidade das redes), grupo (identificando os graus de intermedialidade e o grau de coesão) e global (identificando o grau de centralização e o grau de densidade da rede). Foi também possível identificar visualmente os padrões de rede presentes. Para a análise qualitativa, foi necessário estabelecer categorias e subcategorias, para se possível determinar os níveis e dimensões do discurso. Foram tidos em conta diversos modelos para se chegar ao modelo desenhado para este estudo, onde as categorias foram divididas em subcategorias positivas e negativas, e em níveis de grau de envolvimento. Utilizou-se o QDA Miner para a visualização e análise dos dados em detalhe, de forma organizada e metódica. As conclusões apontam para a necessidade de rever o perfil de estudante e docente do Ensino Superior a Distância em Portugal, uma vez que os resultados sugerem uma não conformidade relativamente aos perfis apontados pela literatura atual, que serve de base para a estruturação das ferramentas e design instrucional atualmente utilizado em Portugal. Ainda assim, foi possível estabelecer uma nova proposta de maturação dos perfis e também uma proposta dos que atualmente é possível encontrar no ensino a distância no nosso país. A clara preferência dos perfis mais jovens pela utilização do Facebook como espaço de discussão mostra-se oposto à escolha dos docentes, que na sua maioria continuam a escolher os Fóruns do Moodle. A análise dos dados recolhidos, em ambas as plataformas permitem verificar que não só os níveis de interação são superiores nos Grupos de Facebook, apresentando graus de centralidade baixos e graus de densidade elevados, como qualitativamente os resultados demonstram que é nesta rede social que o debate de ideias, a partilha, e a criação de conhecimento ocorrem. Estes aspetos verificaram-se ser inexistentes nos Fóruns do Moodle analisados, sendo que esta plataforma foi predominantemente utilizada como repositório de documentos. Os resultados obtidos no estudo apontam para a importância da adoção de ferramentas da Web 2.0 como complemento ao Moodle de modo a possibilitar a criação do envolvimento do estudante. É neste contexto que se registou alguma dinâmica e interação nos grupos, tendo ocorrido um elevado grau de envolvimento, a criação e o aprofundamento de conhecimento.
The study referred to in this thesis falls within the scope of the doctoral program in the Distance Education and eLearning (EDeL) area of expertise of the Univerisade Aberta, developed in the context of the research scope in Distance Education and Network Education of the Laboratory of Distance Education And ELearning, LE@D, of the Universidade Aberta, research project in Online Education and Social Web. Distance Education has undergone great development since the first generations, and today it has a capacity for innovation and integration of new platforms and pedagogical designs. However, there is often difficulty in promoting levels of interaction and participation of the students who attend it. It is in this context that this research proposes to understand the relevance of student’s involvement for a real construction and appropriation of knowledge in distance education scenarios. Thus, starting from the creation of hybrid or mixed learning environments, in this case, combining formal virtual environments and their characteristics (i.e., the Learning Management System, Moodle), and complemented with informal virtual environments and their characteristics (for example, the social network Facebook), it is intended to understand if and how it could contribute to a student's involvement in distance learning higher education courses. Therefore, it is important to reflect and test not only the platforms where the study will be implemented, but also the tools that will be used to collect the data. The study aims to analyse the level of student’s involvement through the degree of interaction, the frequency of collaboration and the quality of contributions, whether in Moodle Discussion Forums or Facebook Groups. The results of this analysis will allow us to identify how these tools may or may not influence students' involvement and, consequently, their impact on the process of knowledge construction. After a review of the literature, focusing on the studies and the diversity of virtual environments available in an educational context, and the role of social networks in an educational context, a contextualisation of the study will be carried out and the virtual environments (platforms and tools) selected as well as its theoretical framework. In methodological terms, since the basis of the study is the interaction and the relationship between the subject and the platforms, Activity Theory was adopted as the theoretical framework for the study, which allowed the creation of a planning, where the crossing of the data of both platforms was thoroughly thought out, defining all the elements necessary for the study. Thus, it was possible to define Moodle and Facebook as the tools to analyse, the participants were defined as the students and teachers involved, the rules to be applied during the study were defined as the norms of use of the tools, where the community was defined as Higher Distance Learning in Portugal, the reason is understood as the purpose of the study, to know the relevance of the tools under study for Distance Learning, the division of tasks made it possible to define the role that each participant has in the study, whereas the result was understood as the data that resulted from the experiment. The study has a mixed nature, since quantitative and qualitative data were collected, in order to be able to answer the questions of the study. Among the tools used to collect quantitative data, and in addition to the questionnaires, it was necessary to use Learning. Analytics tools to collect data from the platforms under study. SNAPP was used to collect interaction data in Moodle and Netvizz for the collection of data in Facebook groups. This aspect led the study to fit into a methodology of Social Network Analysis, or Social Network Analysis. This methodology allowed us to analyse the data at different levels, both with regard to the participants, at the group, local or network level, allowing us to understand the pattern of relationship between individuals, their user profiles and how they affect the network. To visualize and analyse the data, we used Gephi, which allowed the data collected in both platforms to be processed, and to verify the indicators of the interactions in three levels: individual (identifying the degree of centrality of the networks), group (identifying the degrees of intermediality and degree of cohesion) and global (identifying the degree of centralization and the degree of density of the network). It was also possible to visually identify the network patterns present. For the qualitative analysis, it was necessary to establish categories and subcategories, in order to determine the levels and dimensions of the discourse. Several models were considered to arrive at the model designed for this study, where the categories were divided into positive and negative subcategories and levels of degree of involvement. The QDA Miner tool was used for the visualization and analysis of the data in detail, in an organized and methodical way. The conclusions point to the need to review the profile of student and teacher of Distance Higher Education in Portugal, since the results suggest a non-compliance with the profiles pointed out in the current literature, which serves as the basis for structuring the tools and design currently used in Portugal. Nevertheless, it was possible to establish a new proposal for the maturation of the profiles and also a proposal of the ones that currently can be found in distance education in our country. The clear preference of the younger profiles for the use of Facebook as a discussion space is opposed to the choice of teachers, who mostly continue to choose Moodle Forums. The analysis of the data collected in both platforms allows the verification that not only the interaction levels are superior in the Facebook Groups, presenting low degrees of centrality and high degrees of density, but qualitatively the results demonstrate that it is in this social network that the debate of ideas, sharing, and knowledge creation occur. These aspects were found to be non-existent in the Moodle Forums analysed, as this platform was predominantly used as a document repository. The results obtained in the study point to the importance of adopting Web 2.0 tools as a complement to Moodle in order to allow the creation of student involvement. It is in this context that some dynamics and interaction were registered in the groups, having occurred a high degree of involvement, as well as creation and deepening of knowledge.
URI: http://hdl.handle.net/10400.2/6630
Designação: Tese de Doutoramento em Educação na especialidade de Educação a Distância e Elearnig apresentada à Universidade Aberta
Aparece nas colecções:Educação a Distância e Elearning / Distance Education and Elearning



FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.