Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.2/6616
Registo completo
Campo DCValorIdioma
dc.contributor.authorSeabra, Filipa-
dc.contributor.authorPedras, Sandra-
dc.contributor.authorSilva, Paula-
dc.contributor.authorCarlos, Ana Paula-
dc.date.accessioned2017-07-28T11:15:43Z-
dc.date.available2017-07-28T11:15:43Z-
dc.date.issued2017-
dc.identifier.citationSeabra, Filipa; [et al.] - Observatórios de educação em Portugal: definições e contributos para o desenvolvimento da qualidade. "Revista de Estudos Curriculares" [Em linha]. ISSN 2183-8755. Vol. 8, nº 1 (2017), p. 69-86pt_PT
dc.identifier.issn2183-8755-
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10400.2/6616-
dc.description.abstractNos últimos anos, os observatórios em educação têm-se assumido como instituições de relevo no contexto educativo (Lopes, 2010). Pese embora essa presença importante no panorama da prática e da investigação em educação, são ainda raras as análises do conceito de observatório em si, e de observatório no campo educacional em particular, no contexto português. No sentido de fundamentar empiricamente a análise da forma como os observatórios em educação têm sido percecionados e definidos, desenvolvemos uma análise dos sites de diversos observatórios com atividade centrada (total ou parcialmente) em questões educacionais, ainda que sem pretensão de exaustividade, com vista a estabelecer: i) as definições de observatório assumidas pelos próprios observatórios; ii) a natureza dos objetivos a que esses coletivos se propõem; iii) a natureza das instituições que os integram e coordenam. Desenvolveu-se assim uma análise documental, que permite apontar, de forma exploratória, a omissão da definição de observatório, que se subentende mais do que se explicita nos sites analisados; a existência de objetivos de diferente natureza e que integram dimensões de produção e disseminação de conhecimento, mas também de mobilização de recursos e influência sobre a realidade; e o papel preponderante desempenhado por universidades na sua coordenação, a par de outras instituições como as próprias escolas (tomadas como parceiras), ou instituições ligadas ao poder local.pt_PT
dc.language.isoporpt_PT
dc.rightsopenAccesspt_PT
dc.rights.urihttp://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/pt_PT
dc.subjectObservatóriospt_PT
dc.subjectEducaçãopt_PT
dc.subjectQualidadept_PT
dc.titleObservatórios de educação em Portugal: definições e contributos para o desenvolvimento da qualidadept_PT
dc.typearticlept_PT
dc.description.versioninfo:eu-repo/semantics/publishedVersionpt_PT
degois.publication.firstPage69pt_PT
degois.publication.lastPage86pt_PT
degois.publication.titleRevista de Estudos Curricularespt_PT
dc.relation.publisherversionhttps://www.nonio.uminho.pt/rec/index.php/rec/article/view/30pt_PT
dc.peerreviewedyespt_PT
Aparece nas colecções:Ciências da Educação - Artigos em revistas nacionais / Papers in national journals

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
30-102-2-PB.pdf645,53 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.