Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.2/600
Título: A personagem D. Pedro na narrativa portuguesa do dealbar do século XXI: Inês de Portugal, de João Aguiar: A trança de Inês, de Rosa Lobato Faria: A Rainha morta e o Rei Saudade, de António Cândido Franco
Autor: Rodrigues, Pedro Jorge
Orientador: Vasconcelos, Ana Isabel
Palavras-chave: D. Pedro
João Aguiar
Rosa Lobato Faria
António Cândido Franco
Literatura portuguesa
Século XXI
Romance histórico
Data de Defesa: 2006
Resumo: Resumo - O presente trabalho incide simultaneamente sobre a figura histórica do rei D. Pedro I e sobre o seu reflexo enquanto personagem literária. Num primeiro momento, tentamos reconstruir uma imagem deste monarca, necessariamente parcelar, focando a sua dupla faceta histórica e mítica. Fazemo-lo a partir dos documentos oficiais do seu reinado e da escrita historiográfica dos séculos seguintes. Analisamos ainda o modo como a literatura se apropriou dos dados históricos, acrescentando-lhes uma dimensão mítica. Numa segunda fase, após a necessária definição do corpus narrativo no qual incide o nosso estudo (Inês de Portugal, de João Aguiar; A Trança de Inês, de Rosa Lobato de Faria; A Rainha Morta e o Rei Saudade, de António Cândido Franco), reflectimos brevemente sobre os autores e o modo como abordam o mito inesiano, bem como sobre as características gerais dos três romances escolhidos e a respectiva apropriação das fontes históricas. Procedemos ainda a uma breve abordagem dos conceitos de romance histórico e de pós-modernismo, particularmente no que diz respeito à situação desse subgénero narrativo e à difusão das mencionadas tendências literárias em Portugal, nas décadas finais do século XX. Centrando-nos definitivamente na personagem D. Pedro, efectuamos a necessária identificação das diversas teorias relativas a classificação, caracterização e construção da personagem narrativa, elementos essenciais para o subsequente estudo prático. Para tal, analisamos comparativamente os três romances sob diversos ângulos, sempre com o objectivo de estabelecer relações de semelhança ou oposição entre as entidades literárias construídas pelos três autores. Assim, para além de algumas tipologias classificativas inerentes à personagem narrativa (e, especialmente, de cariz histórico), são sucessivamente abordadas diferentes áreas que consideramos relevantes, como a descrição física, o discurso privilegiado, a actuação da personagem, as suas relações com os outros, as ligações que estabelece a nível metafísico ou com construções hipodiegéticas, a interacção com os espaços e com os tempos narrativos e, finalmente, a própria concepção da entidade narradora. Apontamos, enfim, as conclusões possíveis, tanto no que se refere aos traços comuns aos romances sob análise, como em relação aos aspectos que indicam diferenças significativas nas distintas concepções da personagem central que decidimos estudar
Abstract - The present work focuses simultaneously the historical image of king D. Pedro I of Portugal and its reflex as a literary character. In a first stage, we try to reconstruct an image of this monarch, necessarily partial, examining his double-sided, historical and mythic quality. We do so both from the official documents of his reign and the historiography of the following centuries. We also analyse the way literature took hold of the historical facts, adding to them a mythic dimension. In a second phase, after the necessary definition of the narrative corpus towards which we direct our study (Inês de Portugal, by João Aguiar; A Trança de Inês, by Rosa Lobato de Faria; A Rainha Morta e o Rei Saudade, by António Cândido Franco), we briefly reflect upon its authors and the way they explore the myth of Pedro and Inês de Castro, as well as upon the general characteristics of the three chosen novels and their appropriation of the historical sources. We also carry out a quick analysis on the concepts of historical novel and of post-modernism, especially in what concerns the situation of this narrative gender and the diffusion of the above mentioned literary tendencies in Portugal, over the final decades of the twentieth century. Definitively centred on the character D. Pedro, we necessarily begin by identifying the various theories related to classification, characterization and construction of narrative character, essential elements to the subsequent practical work, to which we analyse comparatively the three novels through different angles, always trying to establish relations of similarity or opposition between the literary entities built by the three authors. Thus, after referring to some typologic classifications inherent to narrative characters (especially historical ones), we successively analyse various topics we consider relevant, such as physical description, discourse characteristics, character actions, relations to others, metaphysical or hypodiegetic connections established, interactions with narrative space and time and, finally, the concept of narrator itself. We finally point out the possible conclusions, both as to the aspects we found similar in the novels under analysis and to the significant differences which indicate distinct conceptions of the central character we chose to study
Descrição: Dissertação de Mestrado em Estudos Portugueses Interdisciplinares apresentada à Universidade Aberta
URI: http://hdl.handle.net/10400.2/600
Aparece nas colecções:Mestrado em Estudos Portugueses e Interdisciplinares / Master's Degree in Multidisciplinary Portuguese Studies - TMEPI

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
LC170.pdf943,77 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.