Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.2/5633
Título: Propagandistas, vadios e outros manipuladores do direito na obra Quando o Diabo Reza de Mário de Carvalho
Autor: Carvalho, Dealtina Ferreira de
Orientador: Sequeira, Rosa Maria
Palavras-chave: Carvalho, Mário de, 1944-
Literatura portuguesa
Ética
Valores morais
Direito
Ethics
Morality
Law and literature
Values
Data de Defesa: 5-Jun-2015
Citação: Carvalho, Dealtina Ferreira de - Propagandistas, vadios e outros manipuladores do direito na obra Quando o Diabo Reza de Mário de Carvalho [Em linha]. [S.l.] : [s.n.], 2015. 105 p.
Resumo: A leitura do romance Quando o diabo reza de Mário de Carvalho propõe uma procura da ética, da moral e do direito, que proporcione reflexão sobre os valores que constroem a pessoa e a projetam na sociedade e no Estado. Procura ver-se o direito na literatura, demonstrando-se que este texto literário tem a capacidade de apelar ao reconhecimento do direito, por nos apresentar histórias de procedimentos ilegais, criminosos e de tentativas de manipulação da leis para fins diversos dos valores éticos e morais que visam tutelar. O texto desenvolve várias ações desviantes do direito, criando personagens marginais inconformadas, não só com a sua vida, mas com as leis que não lhes permitem atingir os seus objetivos. Analisa os seus comportamentos, as suas justificações, evidenciando as contradições entre nós e os outros. O trabalho explora as relações entre direito e literatura, reconhecendo a retórica e processos de interpretação comuns, e a forma como o texto questiona princípios, procedimentos e institutos jurídicos, contribuindo para a construção da memória e do mundo. Aborda dum ponto de vista geral os estudos desenvolvidos pelo chamado Law and Literature Movement (Capítulo I), identifica e analisa as personagens, interpretando o seu posicionamento com a ética, a moral e o direito (Capítulo II), e reconhece os institutos do nosso ordenamento jurídico presentes na narrativa, e o seu papel na ação do romance (Capítulo III).
The reading of Mário de Carvalho´s novel Quando o diabo reza proposes a search on ethics, morality and law, which provide a reflection on the values that build a person and that cast it in society and State. Tries to see the law in literature, demonstrating that this literary text has the ability to appeal to the recognition of the right, by introducing illegal procedures stories, criminals and attempts of law's manipulation for distinct purposes of the ethical and moral values they intend to protect. The text describe several abnormal actions of the law, creating non-conformist marginal characters, not only with their life, but also with the laws that do not allow them to achieve their goals, analyzing their behavior, their justifications, highlighting the contradictions between ourselves and the others. This study explores the relationship between law and literature, recognizing rethoric and common interpretation process, and how the text put in question the principles, procedures and legal institutes, for the construction of the memory and the world. He touches in a general point the studies of Law and literature movement (Chapter I), he identifies and he studies the personalities, interpreting is position with ethic, moral and law (Chapter II) and he recognizes the institutes of our legal order in this narrative, and is role in the action of the romance (Chapter III).
URI: http://hdl.handle.net/10400.2/5633
Designação: Dissertação de Mestrado em Estudos Portugueses Multidisciplinares apresentada à Universidade Aberta
Aparece nas colecções:Mestrado em Estudos Portugueses Multidisciplinares / Master's Degree in Multidisciplinary Portuguese Studies - TMEPM

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
TMEPM_DealtinaCarvalho.pdf865,6 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.