Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.2/3707
Título: A anta 2 do Couto da Espanhola (Rosmaninhal, Idanha-a-Nova)
Autor: Cardoso, João Luís
Caninas, João Carlos
Henriques, Francisco
Palavras-chave: Arqueologia
História de Portugal
Antas
Escavações arqueológicas
Idanha-a-Nova
Data: 1997
Citação: Cardoso, João Luís; Caninas, João Carlos; Henriques, Francisco - A anta 2 do Couto da Espanhola (Rosmaninhal, Idanha-a-Nova). "Estudos Pré-históricos" [Em linha]. ISBN 972-95952-2-4. Vol. 5 (1997), p. 9-28
Resumo: Neste trabalho apresentam-se os resultados da escavação da Anta 2 do Couto da Espanhola. Trata-se de monumento de grandes dimensões, no âmbito dos monumentos da região, com câmara poligonal e corredor tango. Entre O espólio recolhido, avulta a grande diversidade tipológica das pontas de seta. Estas, tal como as lâminas de silex, muito longas. são sempre de silex, matéria-prima inexistente na Beira Interior, mas disponível abundantemente na Baixa Estremadura. Desta forma, é de admitir comércio transregional do sílex, o qual seria permutado por anfibolitos, rocha por seu turno indispensável às tarefas quotidianas das populações estremenhas. As características arquitectónicas deste monumento são compativeis com a abundância e diversidade do espólio recolhido. Ambas se diferenciam claramente da arquitectura e do espólio recolhido na Anta 6 do Couto da Espanhola, monumento distanciado apenas cerca de 1000 m para NE. Trata-se de pequena anta sem corredor, de planta elíptica regular e com espólio primitvo, com geométricos, mas de onde se encontravam ausentes as pontas de seta. Desta forma parecem encontrar-se ilustradas duas fases bem diferenciadas do fenómeno megalítico, com expressão à escala regional. De salientar que os cerca de 60 monumentos dolménicos reconhecidos no âmbito deste projecto de investigação arqueológica regional mostram as respectivas mamoas cobertas de blocos de quartzo leitoso de coloração acentuadamente branca: houve, pois, no decurso do período, por certo longo, em que se observou na região a construção de monumentos dolménicos, a preocupaçâo, evidente, de os fazer ressaltar da paisagem.
In this work, the results of the excavation of Anta 2 do Couto da Espanhola are presented. It's a large size monument, in terms of the regional megalithism, with a polygonal chamber and a large corridor. The collected materials present a wide typological diversity of arrows. These arrows, the same as the long blades, are always made of silex, a material which does not exist in the region, thoug very abundant especially in Lower Estremadura Thus, we can admit a transregional trade of these materiais. in exchange for amphibolites, necessary to day-to-day life of the populations of Estremadura. The architectonic characteristics of the monument can be related to the abundance and diversity of the collected materials. They both differ trom Anta 6 do Couto da Espanhola, at only 1000 m of distance to NE, a small monument without corridor and with a primitive and scarce group of artifacts, with no arrows. These two monuments represents, consequently, two distinct phases of the regional megalithism. However, all the about 60 monuments identified are always undertined on the lanscape by lhe existence of white coloured covers of quartz-blocks, which constitute a regional marked characteristic that covered a long period of time.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.2/3707
ISBN: 972-95952-2-4
Aparece nas colecções:História, Arqueologia e Património - Artigos em revistas nacionais / Papers in national journals

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
1997, Anta 2 do Couto da Espanhola, Rosmaninhal, Idanha-a-Nova.pdf3,33 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.