Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.2/3701
Título: A água no Convento da Arrábida
Autor: Cardoso, João Luís
Quintela, António de Carvalho
Mascarenhas, José Manuel
Abecasis, Maria Helena
Palavras-chave: Arqueologia
Convento da Arrábida
História
Hidrologia
Recursos hidricos
Arrábida
Data: 1996
Citação: Cardoso, João Luís [et al.] - A água no Convento da Arrábida. In Simpósio Internacional, Lisboa, 1993 - " Hidráulica monástica medieval e moderna [Em linha] : actas". Lisboa : Fundação Oriente, 1996. ISBN 972-9440-49-2. p. 349-372
Resumo: É descrita, de modo sumário, a história do Convento da Arrábida desde a sua fundação, em 1539 por frades franciscanos, inicialmente instalados no chamado Convento Velho, que veio a ser substituído pelo Convento Novo, começado em 1542 e localizado nas proximidades. A leste deste último foi construído, entre 1638 e 1729, o Santuário do Bom Jesus. O Convento Novo situa-se a meio da encosta sul da serra da Arrábida, com forte declive, o que condicionou a disposição em socalcos e a arquitectura dos edifícios. A zona possui denso coberto vegetal do tipo mediterrânico. Os calcários carsificados e muito fissurados da serra da Arrábida e a baixa precipitação explicam a escassez de água superficial, o que obrigou à captação subterrânea, mediante extensas galerias de minas. A água assim captada era conduzida para os locais de utilização no Convento Novo, ao longo de caleiras. em geral, a céu aberto, e de condutas verticais e sub-verticais, nos trechos que vencem os desníveis dos socalcos. Existia ainda a captação de uma nascente, denominada Fonte da Samaritana. A água destinava-se essencialmente à utilização doméstica e ao abastecimento de fontanários. A água sobrante e parte da residual era conduzida para tanques que alimentavam o sistema de rega do horto. A água para alimentação do Bom Jesus, utilizada sobretudo na rega de jardins, exigia menor garantia de fornecimento, pelo que foi obtida do escoamento superficial, captado por duas valas e armazenado numa cisterna. A escassez de água no local determinou o seu aproveitamento racional e integrado.
The history of the Arrábida convent is briefty described since its foundation in 1539 by franciscan Friars who initialy settled the old convent (Convento Velho) which was later substituted by the present convent in 1542 (Convento Novo). The Bom Jesus Shrine was built between 1639 and 1729. The new convent is situated half-way up the southern hillside of the Arrábida mountain. Its steep slope demanded a step arrangement and influenced the architecture of the convent The region is covered by a hight density mediterranian vegetation. The very fissured and cavernous limestones of this mountain and the low rainfall result in scarcity of superficial water and in the necessity of searching for underground water sources by means of long mine galleries. The collected water was drained to the convent mostly through open channels and vertical anel sub-vertical pipes to overcome the steps. There was also lhe Samaritana spring. Theses waters was mainly used as domestic and fountain supply. The remaining water and lhe wastewater were drained into tanks and used for garden irrigation. The water which supplied the Bom Jesus Shrine was used above all for garden irrigation for which regularity of supply was less important. Therefore the water was obtained from the runnoff colected by two ditches and stored in a cistern. The lack of water in the area enforced its rational and integrated management.
Descrição: Simpósio internacional realizado no Convento da Arrábida, 15-17 de Novembro de 1993
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.2/3701
ISBN: 972-9440-49-2
Aparece nas colecções:História, Arqueologia e Património - Comunicações em congressos, conferências e seminários/Communications in congresses...

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
1996, água no Convento da Arrábida.pdf5,99 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.