Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.2/3531
Título: Potencialidades do modo de produção biológico : estudo exploratório para as culturas de vinho e de azeite em Portugal e de vinho na Alemanha
Autor: Silva, Helena Cristina Mora Ramos Ribeiro da Costa
Orientador: Moura, Ana Pinto
Azeiteiro, Ulisses
Palavras-chave: Agricultura biológica
Produção agrícola
Vinho
Azeite
Desenvolvimento sustentado
Mercado
Produtores
Portugal
Alemanha
Organic Production Method (MPB)
Organic Farming (AB)
Sustainable Development (SD)
Agricultural producers
Germany
Qualitative study
Data de Defesa: 2014
Citação: Silva, Helena Cristina Mora Ramos Ribeiro da Costa - Potencialidades do modo de produção biológico [Em linha] : estudo exploratório para as culturas de vinho e de azeite em Portugal e de vinho na Alemanha. Porto : [s.n.], 2014. 373 p.
Resumo: Constituindo um setor em expansão, no âmbito do Modo de Produção Biológico (MPB), a Agricultura Biológica (AB), vulgarmente apelidada, preconiza um restabelecimento de métodos assentes no respeito pelos ciclos naturais, enquadrando, potencialmente, as vertentes ambiental, social e económica, fundamentais na perspetiva do Desenvolvimento Sustentável (DS). Através deste trabalho pretende contribuir-se para a avaliação das potencialidades do Modo de Produção Biológico, tendo por base um estudo qualitativo das perceções dos produtores agrícolas portugueses e alemães. Considerou-se a cultura do vinho, pela reconhecida relevância em ambos os países. Uma vez que, em muitas explorações portuguesas coexistem as culturas vitivinícola e oleícola, incluiram-se, nesta abordagem, também, as opiniões dos produtores de azeite. Os resultados mostram uma convergência dos diferentes produtores quanto às motivações por este modo de produção, centrada, principalmente, em torno da sustentabilidade ambiental e na possibilidade de apresentação de produtos de qualidade diferenciada, servindo um crescente número de consumidores, cada vez mais atento às características sensoriais dos produtos alimentares e ao seu modo de produção. Como principais forças motrizes foram identificados elementos estruturais primordiais, a comunicação e a formação e, elementos estruturantes de interação, o associativismo e o Estado que, se deficientemente estruturados e, ou articulados tornar-se-iam os principais entraves à implementação e funcionamento deste modus operandi. No que respeita ao Desenvolvimento Sustentável, os entrevistados de ambos os países concordaram que, em termos ambientais, é muito importante a concertação entre a agricultura e a pecuária biológicas, a otimização da valorização energética e dos subprodutos. Em termos económicos, constituem aspetos de especial relevância a profissionalização dos setores e a agregação das operações de produção, processamento, embalamento, marketing, comercialização e distribuição. Quanto à sustentabilidade social, consideram que a agricultura biológica apresenta um relevante potencial que deverá ser explorado tendo em conta um investimento no capital humano, em detrimento dos fatores externos de produção, propiciando acesso à informação e formação profissional, promovendo a equidade de género e a decorrente distribuição equitativa de receitas e, fomentando a inclusão social, sobretudo local. Apesar da atual crise económica, os produtores biológicos tencionam permanecer em atividade, considerando que, no futuro a AB tenderá a impor-se como o principal modo de produção.
Constituting a sector in expansion under the Organic Farming Method (MPB), organic farming (AB), as commonly known, advocates a restoration methods based on respect for natural cycles, framing, potentially, the environmental, social and economic aspects fundamental in the perspective of Sustainable Development (DS). This work aims to contribute to the evaluation of the potential of organic production, based on a qualitative study of the Portuguese and German farmers perceptions. It was chosen the wine culture, because of its recognized importance in both countries. Since, in many Portuguese explorations coexist vineyards and olive crops, the opinions of olive oil producers were, also, included in this approach. The results show a motivations convergence of the producers for this method of production, which is mainly centered on the environmental sustainability and also on presenting outstanding product quality, serving an increasingly number of consumers, aware of the sensory food characteristics and its production. The main driving forces were identified as primary structural elements, communication and training, and as interaction structural elements, organic farming partnership and the State. These elements if poorly structured and, or articulated could become the main obstacles to the implementation and operation of this modus operandi. Regarding sustainable development, producers from both countries agreed that, in an environmental point of view, it is very important the link between organic farming and and biological livestock, optimization of energy recovery and by-products. In an economic perspective, it is particular relevant the professionalization of these sectors and the aggregation of production, processing, packaging, marketing, sale and distribution operations. As for social sustainability, they consider that organic farming has a significant potential to be explored, mainly as an investment directed to the human capital at the expense of external factors of production, providing access to information and professional training, promoting gender equality and the resulting equitable distribution of income and fostering social inclusion, primarily local population. In spite of the actual economic crisis, the organic producers intend to go on in this business, considering that in the future the AB will tend to impose as the main production mode.
Descrição: Dissertação de Mestrado em Cidadania Ambiental e participação apresentada à Universidade Aberta
URI: http://hdl.handle.net/10400.2/3531
Aparece nas colecções:Mestrado em Cidadania Ambiental e Participação / Master's Degree in Environmental Citizenship and Participation - TMCAP

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
TMCAP_HelenaSilva.pdf3,95 MBAdobe PDFVer/Abrir    Acesso Restrito. Solicitar cópia ao autor!


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.