Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.2/3430
Título: Representações sociais dos angolanos sobre os imigrantes cubanos : o caso do Sumbe
Autor: Cupata, Jacob Lussento
Orientador: Goulão, Fátima
Palavras-chave: Representações sociais
Multiculturalismo
Interculturalismo
Imigração
Imigrantes
Angolanos
Cubanos
Angola
Immigration
Social representation
Multiculturality and interculturality
Data de Defesa: 2014
Citação: Cupata, Jacob Lussento - Representações sociais dos angolanos sobre os imigrantes cubanos [Em linha] : o caso do Sumbe. Lisboa : [s.n.], 2014. 236 p.
Resumo: Em Angola, desde 2002, com o alcance da paz, tem-se verificado o aumento de fluxos migratórios, o que por sua vez, tem provocado certas transformações no modo de vida das pessoas e da própria sociedade, proporcionando assim uma “nova realidade” e um novo contexto sociocultural. As causas da entrada de imigrantes são várias desde as económicas, políticas e sociais. Á elas associa-se a crescente necessidade da reconstrução nacional e de desenvolvimento do país, neste período do pós guerra, o que leva o governo e estabelecer vários contratos de cooperação com os técnicos estrangeiros. Este trabalho pretende chamar a tenção para existência de um fluxo migratório muito específico: a imigração cubana para Angola. Várias têm sido as vagas de chegada de cubanos à Angola ao abrigo de vários acordos de cooperação nos vários domínios, entre os governos da República de Angola e de Cuba. Os imigrantes cubanos não têm sido objecto de pesquisa, para se perceber o impacto dos mesmos na vida, no comportamento e na percepção dos angolanos, ou seja, as representações sociais dos angolanos sobre os imigrantes cubanos. A questão de partida que orientou a nossa investigação foi a seguinte: Quais são as representações que os angolanos têm dos imigrantes cubanos? O objectivo deste trabalho é de analisar as representações sociais que os angolanos têm sobre os imigrantes cubanos. Para a concretização do objectivo do trabalho foram utilizados dois instrumentos de recolha de informações: os questionários aplicados a 108 pessoas das duas instituições seleccionadas (Instituto Superior de Ciências da Educação do Sumbe e Hospital Geral 17 de Setembro) e as entrevistas feitas a 15 pessoas das mesmas instituições. Os resultados obtidos sobre esta temática, revelaram que os angolanos, em particular os sumbenses (habitantes do município do Sumbe) têm uma imagem positiva sobre os imigrantes cubanos. Os dados revelaram também que a presença e a interacção com os cubanos exercem boas influências sobre os angolanos no âmbito da compreensão e a vivência em sociedades multiculturais.
In Angola, since 2002 due to the peace achievement, it has been seen a big increase of the immigration flux, which generates a "new reality", resulting in a criation of multicultural societies of the inhabitants. It is true that the immigration process brings in several causes namely economicals, political and social, which are associated with the national reconstruction and development need; this implies the necessity of a highly qualified manpower, and so on. This work aims at calling attention to the existance of a migratory flux, more especifically, of our Cuban brothers to Angola based on the mutual aggrement of cooperation between the two countries governments in different areas. The cuban immigrants are not subject to investigation, and for better understanding of the impact on the angolans behaviour and perception, or better said, the social representation of the angolans on the cuban immigrants. The point of departure of this investigation is the following: What representations do the angolans have about the cuban immigrants? So the objective of this work is to analyse the social representation which the angolan people have about the cuban immigrants. To attain the objective of this work, two tools for data collection have been used; they include a questionnaire administrated to 108 people from the two selected instituitions, which are the Instituto Superior de Ciencias da Educacao do Sumbe and the Hospital Geral 17 de Setembro, respectively, and an interview applied to 15 people from the aforementioned instituitions. The obtained results of this paper, revealed that, the angolans, more specifically from Sumbehave a positive view about the cuban immigrants, because they play good influences for better understanding on how to live in multicultural societies.
Descrição: Dissertação de Mestrado em Relações Interculturais apresentada à Universidade Aberta
URI: http://hdl.handle.net/10400.2/3430
Aparece nas colecções:Mestrado em Relações Interculturais / Master's Degree in Intercultural Relations - TMRI

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
TMRI_JacobCupata.pdf6,06 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.