Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.2/3429
Título: O contador de histórias : das representações literárias ao contexto educativo atual
Autor: Luciano, Ana Margarida
Orientador: Bastos, Glória
Palavras-chave: Bibliotecas escolares
Educação
Leitura
Leitura pública
Oralidade
Voz
Contador de histórias
Literatura portuguesa
Storyteller
Storytelling/reading out loud
Portuguese literature
Educational context
School library
Data de Defesa: 2014
Citação: Luciano, Ana Margarida - O contador de histórias [Em linha] : das representações literárias ao contexto educativo atual. Lisboa : [s.n.], 2014. 196 p.
Resumo: A arte dos contadores de histórias foi algo que sempre nos interessou. Numa época em que a consciência da importância pedagógica e social do ato de contar histórias está a renascer, pareceu-nos relevante refletir acerca da ação do contador e das funções da narração oral e da leitura em voz alta em contexto educativo. A Biblioteca Escolar surge como potencial polo dinamizador e articulador, por excelência, de atividades relacionadas com o ato de narrar histórias na escola. Neste estudo cruzam-se duas perspetivas complementares sobre o contador de histórias: a visão transmitida em obras da literatura portuguesa e a visão de educadores e professores. Para isso efetuou-se um levantamento da figura do contador em obras de diversas épocas que remetem para o contexto do ato de contar, identificando vários aspetos da sua caracterização, em particular a questão de género, os objetivos do contador e as estratégias utilizadas, assim como os contextos de narração. Estes elementos são cruzados com os resultados de um questionário aplicado a um grupo de educadores e professores, analisando-se os dados que remetem também para as suas representações e práticas em relação aos elementos acima referidos, salientando-se assim os propósitos que tanto nas representações literárias do contador como na prática atual em contexto escolar se evidenciam. Acrescentou- -se ainda, no caso dos respondentes ao questionário, a eventual utilização das novas tecnologias como apoio ao ato de contar e a perceção acerca do papel da Biblioteca Escolar em toda a dinâmica que envolve a narração ou a leitura em voz alta em contexto educativo. Pudemos concluir que certas representações atuais sobre o contador de histórias (no presente caso circunscritas a um grupo de educadores e professores, portanto sem pretensões de generalizações) coincidem em muitos aspetos com as visões que encontramos na ficção literária. Assim, parece ser unânime, tanto nas figurações literárias como nas conceções dos nossos inquiridos, a valorização do ato de contar, enquanto fonte de satisfação e de enriquecimento. Destaca-se ainda que, com maior ou menor intensidade, todos os inquiridos consideram que a ação da Biblioteca Escolar ao longo dos últimos anos teve uma influência positiva nas práticas de contar histórias e ler em voz alta em contexto educativo.
We have always had an interest in the art of the storytellers. At a time when the conscience of the pedagogical and social importance of the act of telling stories is being reborn, it seemed relevant to meditate about the action of the teller and the functions of the oral narrative and of reading aloud in an educational context. The School Library appears as a potential dynamizing and articulator pole of excellence of activities related with the act of telling stories in the school. In this study two complementary perspectives about the story teller are intersected: the vision transmitted in works of Portuguese literature and the vision of teachers and educators. For this, a study of the teller’s figure in works from several epochs that remit to the context of the act of telling was made, identifying various aspects of his characterization, particularly in the matter of genre, the objectives of the teller and the strategies he used, as well as the contexts of narration. These elements were crossed with the results of a survey applied to a group of teachers and educators, which also analysed the data referring to their representations and practices related to the elements mentioned above and this way highlighting the purposes which as in the literary representation of the teller, as in the current practice in educational context demonstrate. It was also added, in the case of the survey’s respondents, the eventual use of new technologies as a support to the act of telling and the perception concerning the role of the School Library in the whole dynamic that involves the narration or the reading out loud in educational context. We were able to conclude that certain current representations about the story teller (in the present case circumscribed to a group of educators and teachers, therefore with no pretensions of generalization) match in many aspects with the visions that we find in literary fiction. So, it seems to be unanimous, both in the literary figurations and in the conceptions of our respondents, the valorisation of the act of telling as a source of satisfaction and enrichment. It is emphasised, as well, that, with more or less intensity, every respondent considers that the action of the School Library over the last few years has had a positive influence in the practices of storytelling and reading out loud in an educational contexto.
Descrição: Dissertação de Mestrado em Gestão da Informação e Bibliotecas Escolares apresentada à Universidade Aberta
URI: http://hdl.handle.net/10400.2/3429
Aparece nas colecções:Mestrado em Gestão da Informação e Bibliotecas Escolares /Master’s Degree in Information Management and School Libraries – TMGIBE

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
TMGIBE_AnaMargaridaLuciano.pdf1,95 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.