Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.2/3395
Título: A Batalha de Ráfia (217 a.C.) e o “nacionalismo” egípcio do Período Ptolomaico
Autor: Sales, José das Candeias
Palavras-chave: Egiptologia
Período ptolomaico
História militar
Ideologia real
Data: 2010
Editora: Editora Caleidoscópio
Centro de História da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa
Citação: Sales, José das Candeias - A Batalha de Ráfia (217 a.C.) e o “nacionalismo” egípcio do Período Ptolomaico. In Santos, António Ramos dos; Varandas, José, coord. - "A guerra na Antiguidade III [Em linha]. Lisboa : Centro de História da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa : Editora Caleidoscópio, 2010. ISBN 978-989-658-069-8. p. 151-173
Resumo: No Egipto ptolomaico, o final do reinado de Ptolomeu IV Filopator (221-205 a.C.) e o reinado de seu filho, Ptolomeu V Epifânio (205-180 a.C.), marcam um período de inflexão da história política e económica da dinastia com repercussões irreversíveis na actuação e no reconhecimento da instituição real que, paulatinamente, conduzirão o país para a órbita de Roma. Um evento-chave que assinala esta alteração estrutural da história ptolomaica foi a Batalha de Ráfia (22 de Junho de 217 a.C.), disputada ao sul de Gaza, na Palestina, opondo Ptolomeu IV Filopator do Egipto e o rei selêucida Antíoco III, o Grande. Pela primeira vez na história militar lágida, ao lado das habituais falanges de soldados gregos e macedónios, formaram-se falanges egípcias. Esta «inovação sensacional» mostrar-se-ia decisiva para o desenrolar da história da dinastia. De facto, a vitória militar por que se saldou a batalha de Ráfia para o lado ptolomaico teve resultados paradoxais a nível interno: o inusitado concurso de cerca de 20.000 soldados indígenas provocou uma progressiva reivindicação de participação política e de valorização social por parte destes, o que levou a sedições internas e ao despertar da consciência nacional egípcia, motivadas nuns casos, agravadas noutros, pela tradicional concepção de poder e pela própria crise económico-financeira que começara a generalizar-se.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.2/3395
ISBN: 978-989-658-069-8
Aparece nas colecções:História, Arqueologia e Património - Capítulos/artigos em livros nacionais / Book chapters/papers in national books

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
2010_A batalha de Ráfia (217 a.C.)_A Guerra na Antiguidade III_151-173.pdf17,54 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.