Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.2/3312
Título: Resultados das escavações arqueológicas realizadas no claustro do antigo Convento de Jesus (Academia das Ciências de Lisboa) entre Junho e Dezembro de 2004
Autor: Cardoso, João Luís
Palavras-chave: Arqueologia
Escavações arqueológicas
Pré-história
Academia das Ciências de Lisboa
Data: 2008
Citação: Cardoso, João Luís - Resultados das escavações arqueológicas realizadas no claustro do antigo Convento de Jesus (Academia das Ciências de Lisboa) entre Junho e Dezembro de 2004 [Em linha]. "Revista Portuguesa de Arqueologia". ISSN 0874-2782. Vol. 11, Nº 1 (2008), p. 259-284
Resumo: As escavações de carácter preventivo dirigidas pelo signatário no claustro do antigo Convento de Jesus, actualmente Academia das Ciências de Lisboa, entre Junho e Dezembro de 2004, corresponderam apenas a cerca de 1/4 da área correspondente à deposição de um vasto ossuário, constituído por milhares de ossos humanos já desarticulados e, na maioria dos casos, incompletos. Este depósito, formando uma camada ossífera contínua, evidenciava, nalguns casos, uma disposição intencional dos seus elementos, em particular alguns ossos longos e crânios e integrava também materiais arqueológicos muito diversificados, desde fragmentos de faianças dos séculos XVII/XVIII e materiais de construção, a restos alimentares, moedas e carvões, entre outros. Alguns restos humanos evidenciavam profundas alterações devidas à exposição a fonte de calor intensa. Tais modificações são compatíveis com os incêndios generalizados que devastaram a cidade de Lisboa na sequência do mega-sismo de 1 de Novembro de 1755 sendo, por conseguinte, esta a primeira evidência publicada de vítimas da catástrofe,cujos restos, certamente de corpos irreconhecíveis, foram depois recolhidos e enterrados em espaço sacralizado, como era de uso na época, de mistura com outros despojos e entulhos. Com efeito, subjacentes a este depósito ossífero, identificaram-se numerosas deposições de cadáveres, por vezes sobrepostos, em decúbito dorsal, nalguns casos conservando os braços cruzados sobre o peito e onde aquelas alterações não eram visíveis. Nalguns casos, os cadáveres conservavam os braços cruzados sobre o peito, posição caracteristicamente franciscana, compatível com o facto de o Convento de Jesus ser sede provincial da Ordem Terceira de São Francisco. Além dos frades, também seriam sepultados nos carneiros, compartimentados por paredes de alvenaria rebocada os habitantes da área adjacente da cidade. Ao contrário do verificado no depósito ossífero superior, os materiais que acompanhavam estas inumações relacionam-se essencialmente com as indumentárias dos mortos, a par de algumas moedas, por vezes contidas na mão fechada do falecido, a par de verónicas, contas, crucifixos de rosários e inúmeros alfinetes, utilizados no amortalhamento dos corpos. Estudos de diversas especialidades encontram-se actualmente em curso, sob a coordenação do Prof. M. Telles Antunes, os quais permitirão desenvolver e aprofundar os resultados e conclusões já obtidos e agora previamente apresentados, no que à Arqueologia diz directamente respeito.
The excavations of preventive nature, lead by the author in the old convent of Jesus, presently the Academia de Ciências de Lisboa, between June and December 2004, correspond in reality to 1/4 of the area that could have interest due to the existence of a large deposit of human bone remains, in most part already non-rticulated and incomplete. This vast deposit is a continuous layer showing in some cases an intentional disposition of its elements, in particular some long bones and skulls, and also includes a range of diverse archeological remains, from domestic ceramic fragments of the 17th/18th centuries to house building materials, food remains, coins and coals, amongst others. Some of the human remains show alterations due to the exposition to intense sources of heat. Such modifications are compatible with the generalized fire which devastated the city of Lisbon following the earthquake of 1755 and, consequently, this is the first published evidence of victims of this catastrophe that, as unrecognizable corpses, were buried in sacred ground, as it was usual in the epoch. In fact, under this bone layer, many bodies were buried, sometimes one over another, all of them in dorsal decubitus, sometimes with the arms crossed over the chest, a position characteristic of the Franciscan monks, related to the fact that the Convent belonged then to the “Ordem Terceira de São Francisco”. Besides the convent monks, also buried must have been in that place the inhabitants of the surrounding area of the city, before 1755. The material remains found in relation to these bodies included clothes and many pins used for the burial of corpses. Several studies presently taking place, of different scientific areas, coordinated by Prof. M. Telles Antunes, will enable a deeper insight into the archaeological conclusions already drawn and now presented.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.2/3312
ISSN: ISSN 0874-2782
Aparece nas colecções:História, Arqueologia e Património - Artigos em revistas nacionais / Papers in national journals

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
2008 Resultadosdasescavacoesdo antigo Convento de Jesus.pdf4,26 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.