Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.2/3264
Título: A estação do bronze final do Cabeço do Mouro (Cascais) : resultados das escavações realizadas
Autor: Cardoso, João Luís
Palavras-chave: História de Portugal
Pré-história
Arqueologia
Escavações arqueológicas
Idade do bronze
Cascais
Data: 2006
Citação: Cardoso, João Luís - A estação do bronze final do Cabeço do Mouro (Cascais) [Em linha] : resultados das escavações realizadas. "Revista Portuguesa de Arqueologia". ISSN 0874-2782. Vol. 9, Nº 1 (2006), p. 21-46
Resumo: A escavação objecto desta publicação teve origem na necessidade de conhecer o efectivo interesse arqueológico de um local anteriormente assinalado na Carta Arqueológica do Concelho de Cascais que se pretendia ocupar por urbanização. Trata-se de uma vasta encosta voltada a nascente, situada na adjacência de um importante povoado de altura do Bronze Final, o Cabeço do Mouro. Com efeito, a prospecção de superfície evidenciou ali assinalável dispersão de cerâmicas da Idade do Bronze. Dada a natureza dos vestígios identificados, optou-se por proceder a investigação da área interessada em extensão, através da abertura de quadrados com 2 x 2 m, dispostos em xadrez, segundo uma linha orientada Norte-Sul. Tais quadrados foram sendo sucessivamente executados, para um e outro lado da referida linha, e também para norte e para sul, em função da natureza dos resultados que se iam obtendo, no decurso da escavação de cada um deles. No final dos trabalhos, encontravam-se executados 34 quadrados escavados até ao substrato geológico, correspondente a calcários margosos e apinhoados do Cenomaniano (Cretácico Médio), o qual se encontrava em geral a cerca de 0,40 m de profundidade. Deste modo, foi possível verificar que a forte dispersão de materiais observada à superfície se verificava também em profundidade — apesar de aqui os fragmentos serem de maiores dimensões — correspondendo a fenómeno pós-deposicional, devido à lavoura e à erosão, facilitada pelo pendor da encosta, não se tendo identificado estruturas ou camadas arqueológicas directamente relacionadas com os materiais exumados, aliás sempre em quantitativos baixos. Exceptua-se a identificação, no Q23, de uma estrutura negativa: trata-se de um silo escavado na rocha, reaproveitado ulteriormente como fossa de acumulação de detritos domésticos, colmatado certamente em curto intervalo de tempo. Ali foram recolhidos numerosos fragmentos de recipientes da Idade do Bronze, acompanhados de restos de talhe de sílex, fauna malacológica e de mamíferos domésticos; estes últimos permitiram a obtenção de datação de radiocarbono que situa a respectiva ocupação entre a segunda metade do século X e os finais do século IX a.C., para cerca de 95% de probabilidade. Trata-se, pois de momento correspondente ao fim do Bronze Final, coincidente com a chegada dos primeiros influxos orientalizantes,decorrentes da presença fenícia na região, ainda totalmente ausentes do registo arqueológico identificado. A ocorrência deste silo em área agrícola, sugere a existência de uma pequena unidade doméstica especializada na cerealicultura efectuada no próprio local, em estreita dependência do importante povoado de altura do Cabeço do Mouro, centro populacional que administraria a região envolvente, provavelmente até o litoral oceânico, situado a cerca de 4,5 km para sul, de onde provieram os moluscos identificados.
We aimed to determine the archaeological importance of a site previously signaled in the Archeological Map of the Municipality of Cascais, which will be urbanized shortly. The area is a vast slope facing east, close to an important settlement from Late Bronze Age, Cabeço do Mouro. A previous surface prospection had yielded a remarkable number of materials around the site, whose typology suggested that the remains belonged to the Bronze Age. Due to the scattered disposition of the remains, we decided to make an extensive excavation, using square plots with 2 x 2 m, set in a chess disposition, with an orientation North-South. Such squared plots were placed alternatively in each side of an original line, and towards north and south, according to the results progressively obtained. A total of 34 plots were excavated down to the geological substrate, which is a limestone from Middle Cretaceous (Cenomanian), located about 0,40 m deep. It was possible to observe that the scattering of ceramics found at the surface also occurred in depth, due to a post-depositional period, related to farming and erosion and facilitated by the slope. No archaeological structures or layers were found connected with those remains. In spite of this general pattern, we identified in Q23 a negative structure excavated on the bedrock (silo), lately used for the accumulation of domestic garbage, possibly filled during a short period. In the abandoned silo, we collected numerous sherds from the Late Bronze Age, flints, malacological fauna and bones of domestic mammals. The bonés allowed a radiocarbon datation of the filling between the second half of the X century and the late 9th century BC, with a level of 95% probability. Hence, the site belongs to the final of the Late Bronze Age, when the first eastern influxes occurred associated with the Phoenician presence in this region, though absent in the present site. The occurrence of the silo in an crop field area suggests a small domestic structure, dependent from the important nearby settlement of Cabeço do Mouro, which possibly had jurisdiction over the surrounding region, extending to the sea, located 4,5 km south, from where all mollusks found were collected.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.2/3264
ISSN: 0874-2782
Aparece nas colecções:História, Arqueologia e Património - Artigos em revistas nacionais / Papers in national journals

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
2006 A estação do Bronze Final do Cabeço do Mouro.pdf1,04 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.