Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.2/3220
Título: A (in)disciplina na escola : a voz dos alunos : um contributo para um estudo na Escola Secundária com 2.º e 3.º ciclos Professor Reynaldo dos Santos
Autor: Valente, Hermínia Maria Mateus Falcão Ribeiro
Orientador: Ferreira, Manuela Malheiro
Ramos, Maria do Rosário
Palavras-chave: Educação
Disciplina
Problemas de comportamento
Alunos
Perceção
Questionários
Prevenção
Comunicação na aula
Punições escolares
Classroom (in)discipline
Disruptive behaviour
Sanctions
Preventive measures
Students’ perceptions
Data de Defesa: 2014
Citação: Valente, Hermínia Maria Mateus Falcão Ribeiro - A (in)disciplina na escola [Em linha] : a voz dos alunos : um contributo para um estudo na Escola Secundária com 2.º e 3.º ciclos Professor Reynaldo dos Santos. Lisboa : [s.n.], 2014. 242 p.
Resumo: A indisciplina manifestada por crianças e jovens é um fenómeno social que, juntamente com o insucesso escolar e a exclusão, se assume como um problema das sociedades contemporâneas. As famílias e a escola responsabilizam-se mutuamente e a dificuldade na procura de respostas aumenta cada vez mais. Com o presente estudo, propusemo-nos debruçar sobre a indisciplina na escola apoiados na ótica de diferentes teóricos e no enquadramento legal. Como a escola não pode, nem deve, demitir-se das suas funções e tem a obrigação de se autoavaliar, o estudo baseou-se na realidade vivida na Escola Professor Reynaldo dos Santos. Optou-se por centrar o estudo sobre a indisciplina na perspetiva dos alunos tendo-se, para este efeito, administrado um inquérito por questionário a alunos dos 2.º,3.º ciclos e CEF e um inquérito por entrevista a um elemento da Associação de Estudantes. Pretendemos, desta forma, sentir o pulsar da escola em estudo e como os alunos percecionam a indisciplina, os fatores inerentes à mesma, as medidas preventivas, corretivas e sancionatórias adotadas e qual a intervenção da comunidade educativa para o combate à indisciplina. Solicitámos, também, que os discentes apresentassem propostas de contributo dos mesmos como atores participantes da sua própria educação/formação. De acordo com as opiniões expressas pelos alunos inquiridos, concluímos que os discentes consideram que a indisciplina tem-se vindo a agravar e manifesta-se mais nos alunos do sexo masculino. Atribuem a maior responsabilidade pela indisciplina aos próprios alunos, à família/pais e encarregados de educação. Os docentes e a escola são igualmente responsabilizados, mas a segunda em menor dimensão. Os discentes afirmam que a indisciplina se pode dever, ainda, à tolerância e permissividade dos professores, pois os alunos precisam e gostam de regras. Concluímos, também, que para os nossos inquiridos a família pode ser o maior e mais eficiente contributo para a melhoria dos problemas disciplinares na escola. Apresentam-se algumas propostas de intervenção e recomendações à escola, eventualmente aplicáveis a outras, e algumas perspetivas de trabalhos futuros, como seja a articulação dos presentes resultados com os relativos às perspetivas de outros atores (professores, encarregados de educação e pessoal não docente).
Indiscipline shown by children and teenagers is a social phenomenon that, together with academic failure and exclusion, has become a problem in contemporary societies. Families and the school blame each other and the quest for answers gets more and more difficult. With this study, we intend to focus on indiscipline at school, supported by the ideas of different theorists and having the Portuguese laws into consideration. As school cannot, and should not, abandon its functions and has the duty to assess itself, this study was based on the reality experienced at Professor Reynaldo dos Santos School. We have chosen to focus this study on the indiscipline seen from the perspective of the students, and to do this, we have asked some pupils, attending the second and third stages of basic education, to answer a questionnaire. A member of the students’ union also answered a questionnaire by means of an interview. Thus, we intend to find out what is happening at the school under scrutiny, how the pupils perceive indiscipline, the factors connected with it, the preventive, corrective and disciplinary measures and the role of the educational community as far as the fight against indiscipline is concerned. We have also asked the students to contribute with proposals as participant members of their own education. After having analysed the students’ opinions, we have concluded that the pupils believe that indiscipline is becoming worse and worse, specially among male students. They blame students, their families and parents for the current situation. Teachers and school have also been made accountable, but the latter in a lesser degree. Students also say that indiscipline is due to teachers being too tolerant and permissive since pupils like and need rules. We have come to the conclusion that family can give the most important contribution to the improvement of disciplinary problems at school, according to those involved in the study. We present some proposals of intervention and some recommendations to the school, which may be applied to others, and some perspectives of future projects, such as the articulation of this data with the ones related with the perspectives of other members involved (teachers, parents and school attendants).
Descrição: Dissertação de Mestrado em Administração e Gestão Educacional apresentada à Universidade Aberta
URI: http://hdl.handle.net/10400.2/3220
Aparece nas colecções:Mestrado em Administração e Gestão Educacional / Master's Degree in Administration and Educational Management - TMAGE

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Herminia Valente - Dissertação - A Indisciplina na escola A voz dos alunos (1).pdf2,98 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.