Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.2/3169
Título: Ambientes virtuais de aprendizagem autoconfiguráveis
Autor: Schlunzen Junior, Klaus
Schlunzen, Elisa Tomoe Moriya
Santos, Danielle Aparecida do Nascimento
Malheiro, Cícera A. Lima
Palavras-chave: Ambientes virtuais autoconfiguráveis
Ambiente virtual de aprendizagem
Aprendizagem contextualizada
Self-configurable LMS
Virtual learning environment
Contextualized learning
III Colóquio Luso-Brasileiro de Educação a Distância e Elearning
Data: Dez-2013
Editora: Universidade Aberta
LE@D
Citação: Schlunzen Junior, Klaus [et al.] - Ambientes virtuais de aprendizagem autoconfiguráveis [Em linha]. In Colóquio Luso-Brasileiro de Educação a Distância e Elearning, 3, Lisboa, 2013. "Colóquio Luso-Brasileiro...: atas". Lisboa : Universidade Aberta. LEAD, 2014. ISBN 978-972-674-738-3. p. 1-16
Resumo: Todos nós educamos e somos educados em um processo de interação e de comunicação, onde o grande desafio para o professor é provocar uma mudança na sua prática pedagógica de maneira a permitir que o estudante possa ser o construtor de seu conhecimento e de comunicação com a sociedade. As tecnologias digitais de informação e comunicação (TDIC) oferecem instrumentos que podem favorecer este cenário. As transformações que ocorrem na escola precedem, fundamentalmente, o uso da tecnologia, uma vez que estão diretamente relacionadas também com as mudanças na prática pedagógica do professor. O foco real da busca por uma Educação melhor recai no ser humano, no ato de conhecê-lo, como agente de mudanças e com perfis diferenciados. A estratégia de desenvolvimento de ambientes virtuais de aprendizagem pode permitir que sejam criadas comunidades de estudantes e professores envolvidos em uma aprendizagem que parte do contexto e das experiências de cada um, onde os conceitos possam ser vividos, formalizados e aprendidos de maneira globalizada. Entretanto, o uso de várias mídias em ambientes de aprendizagem atuais leva ainda ao emprego de software educacionais impessoais, com uma configuração única para todo usuário. Este cenário é ainda mais restritivo para alguns usuários especiais, como as pessoas com deficiência, que requerem elementos concretos para uma aplicação interativa eficiente. A pesquisa descreve uma experiência de construção de um ambiente virtual de aprendizagem autoconfigurável, que identifica o usuário e o personaliza. Um ambiente com estas características inclui diversos materiais pedagógicos em formatos distintos, que podem ser acessados diretamente por recursos de acessibilidade que se apresentam de maneira automática para o usuário. Os resultados até então observados mostram que a autoconfiguração de ambientes virtuais de aprendizagem transforma a tecnologia em um recurso acessível, que vai ao encontro de uma pedagogia mais contextualizada, compartilhada, inclusiva e aculturada.
Abstract: We educate and are educated in a process of interaction and communication, where the great challenge for teachers is to change their pedagogical practice, in order to allow the students to be the builder of their knowledge and communication with society. Information and Communication Technologies offer tools that can change this scenario. The transformations that occurs in school precedes the use of technology, since they are also directly related to the changes in the teacher's pedagogical practice. The real focus for a better education lies in man, in the act of knowing him as an agent of change and with different profiles. The development of virtual learning environments allow the creation of communities of students and teachers involved in learning process, which involves the context and the experiences of each one, where the concepts can be lived, learned and formalized, where challenges and situations are created to solve problems. At this time, technology can be used to allow students manage, represent and formalize their knowledge, their culture, enhancing their production and interactions. However, the learning environments, mainly the Learning 2 Management Systems (LMS), are impersonal software, with the same configuration for every user. This scenario is even more restrictive for some special users, such as people with disabilities, who require specific resources for an efficient interactive application. The research describes an experience of building a self-configurable LMS, which identifies the user and customizes it. An environment with these characteristics includes various teaching materials in different formats that can be accessed directly by accessibility features that present themselves automatically to the user. The results show that the self-configurable LMS transforms technology into an accessible resource that meets a more contextualized, shared, inclusive and acculturated pedagogy.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.2/3169
ISBN: 978-972-674-738-3
Aparece nas colecções:LE@D - Laboratório de Educação a Distância e Elearning - Comunicações congressos, conferências, seminários / Communications

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
ambientes virtuais.pdf652,88 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.