Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.2/3048
Título: Fatores determinantes no sucesso da adoção e uso continuado do Moodle no ensino superior
Autor: Batista, Sofia Andreia
Pedro, Neuza
Freitas, João
Palavras-chave: Ensino a distância
Produção de materiais de ensino
Hipermédia
Ensino virtual
Tecnologia digital
Hipertexto
III Colóquio Luso-Brasileiro de Educação a Distância e Elearning
Data: Dez-2013
Editora: Universidade Aberta
LE@D
Citação: Batista, Sofia Andreia; Pedro, Neuza; Freitas, João - Fatores determinantes no sucesso da adoção e uso continuado do Moodle no ensino superior [Em linha]. In Colóquio Luso-Brasileiro de Educação a Distância e Elearning, 3, Lisboa, 2013. "Colóquio Luso-Brasileiro...: atas". Lisboa : Universidade Aberta. LEAD, 2014. ISBN 978-972-674-738-3. p. 1-8
Resumo: As atuais diretrizes e regulamentações europeias no contexto do subsistema de ensino superior – Declaração de Bolonha - apontam para uma convergência no campo da educação, valorizando a aprendizagem ao longo da vida e a mobilidade de estudantes e docentes, promovendo a massificação, globalização e internacionalização. Alguns autores (Chaves 2010) ainda consideram que esta declaração foi catalisadora de uma nova pedagogia, com novos conceitos, novas estratégias de ensino e formas de avaliação, privilegiando o papel ativo do aluno na construção e transformação do seu conhecimento. A revisão da literatura nacional neste domínio revela que esta realidade conduziu à definição de novos objetivos, sendo um deles a integração de learning management system (LMS) (Dias, 2010; Duarte & Gomes, 2011; Gomes, Coutinho, Guimarães, Casa-Nova & Caires, 2011) como uma iniciativa integrada nas políticas de eLearning das Instituições de Ensino Superior (IES) em Portugal (Dias, 2010), segundo uma visão estratégica que passa a coexistir com a vertente tradicional de ensino. Contudo o uso destes Sistemas nem sempre se encontra claramente formalizado pelas IES (Gomes, 2008), verificando-se que numa fase inicial é muitas vezes assumido um carácter informal e dependente de um grupo restrito de docentes (Gomes, 2008) ao mesmo tempo que, passado tal período inicial, pouco se encontra sistematizado na literatura acerca dos fatores determinantes no processo de evolução incremental e sustentada da utilização de tais sistemas nas IES. Desta forma entende-se que a passagem desta fase inicial para uma fase de adoção institucional e de uso sistemático é influenciado por vários fatores que contribuem para o seu sucesso, traduzido no aumento da utilização e na seleção adequada das funcionalidades de acordo com os objetivos do ensino e da aprendizagem. O estudo que pretendemos apresentar tem o propósito de contribuir para uma melhor compreensão deste processo, através da análise das percepções, crenças e atitudes dos docentes de uma IES face ao uso da plataforma Moodle. Assume-se como objetivos do estudo identificar, comparar e compreender fatores que sejam determinantes no processo de adoção e uso continuado. Para atingir os objetivos propostos optámos por uma abordagem integradora de dois modelos teóricos de relevo - Difusão da Inovação (Rogers, 2003) e Aceitação de Tecnologia (Davis, 1989) - , através da qual serão colocadas sob análise as atitudes, dos docentes utilizadores e potenciais utilizadores do Moodle. Entendemos como “utilizadores” todos os docentes que no atual ano letivo utilizam a plataforma da instituição em causa, quer seja nas unidades curriculares (grupo I), ou noutros contextos (projetos, páginas pessoais, formação extra-curricular) (grupo II) e como “potenciais utilizadores” todos os docentes da Instituição que no atual ano lectivo não utilizam a plataforma Moodle, quer seja por nunca a terem utilizado (grupo III) ou por terem abdicado do seu uso ao longo do tempo (grupo IV). Considerando a extensão do estudo e a natureza dos objetivos, optámos por uma abordagem metodológica do tipo mista, mobilizando métodos de recolha de dados de natureza quantitativa e de natureza qualitativa. Na primeira etapa foi contemplada a análise de dados de utilização da plataforma Moodle, provenientes de um módulo de extração de dados desenvolvido pela IES, e congregado com a aplicação Google Analytics. Na fase seguinte e em virtude dos quatros perfis foram elaborados dois questionários, desenvolvidos com base noutros estudos empíricos (Moore & Benbasat, 1991; Karahanna et al., 1999; Venkatesh & Davis 2000; Venkatesk et al. , 2003; Sumak et al. , 2011) sendo os itens e dimensões dos mesmos sujeitos a adaptações ao contexto nacional. Na terceira e última fase da componente empírica do estudo, são realizadas entrevistas a um conjunto de professores previamente selecionados - Representantes do eLearning nas Unidades Departamentais – com o objectivo de esclarecer e/ou aprofundar aspetos específicos. Os resultados obtidos até ao momento, provenientes da análise documental e análise estatística, apontam para um uso contínuo regular mas muito heterogéneo, sendo possível distinguir diferentes níveis de utilização. Esta evidência sugere que a implementação deste tipo de plataforma é feita de forma gradual, parecendo desde já, necessário a criação de outros contextos mobilizadores ao nível da Instituição. Este estudo visa ainda a elaboração de um documento com linhas orientadoras para o desenvolvimento da iniciativa de e-Learning implementada na Instituição de Ensino Superior, bem como fornecer indícios que permitem compreender a integração destes Sistemas no suporte à formação graduada e pós-graduada.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.2/3048
ISBN: 978-972-674-738-3
Aparece nas colecções:LE@D - Laboratório de Educação a Distância e Elearning - Comunicações congressos, conferências, seminários / Communications

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
fatores determinantes.pdf883,48 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.