Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.2/2668
Título: Extracção de areia na Praia de Calhetona (Ilha de Santiago, Cabo Verde) : causas, processos e consequências
Autor: Correia, José Henrique Gomes
Orientador: Pereira, Pedro
Palavras-chave: Meio ambiente
Impacto ambiental
Praias
Extração de areia
Atividade económica
Sobrevivência
Família
Cabo Verde
Families
Environment
Sand extraction
Environmental impact
Data de Defesa: 2012
Citação: Correia, José Henrique Gomes - Extracção de areia na Praia de Calhetona (Ilha de Santiago, Cabo Verde) [Em linha] : causas, processos e consequências. [S.l.] : [s.n.], 2012. 116 p.
Resumo: A extracção de areia nas praias do mar, nas bacias hidrográficas e nas encostas montanhosas, tem sido prática de muitas famílias cabo-verdianas. A Praia de Calhetona foi uma das que nos últimos anos sofreu degradação significativa, em função da apanha clandestina de areia, sem qualquer plano de extracção, destinada a construção civil. A extracção de areia, para vender ou para a autoconstrução, é efectuada em família por indivíduos, maioritariamente do sexo feminino, de baixa renda ou sem profissão remunerada. O processo de extracção de areia na Praia de Calhetona teve o seu ponto alto nos anos 80, diminuindo consideravelmente com a escassez de areia e implementação do Decreto – Lei nº 69/97, de 3 de Novembro, que visava disciplinar a exploração de inertes nas praias. Em face da pesquisa feita, baseada no estudo de caso, ficou expresso que os inquiridos implicados na actividade de extracção clandestina de areia correm riscos elevados para obterem lucros reduzidos. Quem efectivamente beneficia são os camionistas que compram esse inerte e o vendem pelo dobro do preço. Qualquer actividade de exploração de recursos naturais causa impactes sobre o espaço de actuação. No caso da Praia de Calhetona, observa-se o recuo da linha de costa, a quase ausência de areia e a desertificação de propriedades nas suas proximidades, para além dos impactes negativos sobre o turismo, a função balnear e a desova de tartaruga. Apesar de tudo, constata-se uma consciência generalizada dos impactes ambientais causados pelos inquiridos, os quais, no entanto, alegam que a extracção de areia é uma das alternativas para garantir a sobrevivência individual e das suas famílias.
The extraction of sand on the seashore, river basins and mountain slopes has been the practice of many Cape Verdean families. The Beach of Calhetona is one of the beaches that in recent years have suffered significant degradation, due to the illegal sand harvesting, aimed at construction. The extraction is made without any plan and concern about the incoming consequences for the environment. The extraction of the sand, to sell or for self-use, is a family activity made by individuals, mostly female, with low-income or without gainful profession. The process of extraction of sand on the beach of Calhetona had its highest point in the 80s, but it has significantly reduce due to the shortage of sand and implementation of the - Law nº 69/97 of 3 November that seeks to regulate the exploitation of aggregates on the beaches. Given the survey-based in case study, it was expressed that the respondents engaged in illegal quarrying of sand take high risks for low profits. The ones that actually benefit from this practice are the truckers who buy this inert and sell it for in higher price that they had bought. Any operational exploitation of natural resources, cause impacts in the area of operation. In the case of the beach of Calhetona it is visible the coastline retreat, the almost absence of sand, the desertification of nearby properties, as well as the impacts on tourism, beach recreational use and turtle nesting. Although there is a notable general awareness of the environmental impacts resulting from the respondents activities, they claim that the sand extraction is one of the alternatives to ensure their survival.
Descrição: Dissertação de Mestrado em Cidadania Ambiental e Participação apresentada à Universidade Aberta
URI: http://hdl.handle.net/10400.2/2668
Aparece nas colecções:Mestrado em Cidadania Ambiental e Participação / Master's Degree in Environmental Citizenship and Participation - TMCAP

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
MCAP_PedroPereira.pdf2,71 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.