Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.2/2497
Título: Das relações da Igreja com o Estado
Autor: Nunes, Rosa Dionízio
Orientador: Moreira, Adriano
Palavras-chave: Igreja e estado
Religião
História de Portugal
Acordos
Concordatas
Igreja
Estado
Portugal
Data de Defesa: 2003
Citação: Nunes, Rosa Dionízio - Das relações da Igreja com o Estado [Em linha]. Lisboa : [s.n.], 2003. 969 p.
Resumo: Ao longo desses tempos, fazendo uso de alguma cautela nas análises, concluímos no sentido de que a maior parte dos juízos desfavoráveis em relação ao problema dos valores morais e dos julgamentos culturais e éticos da sociedade portuguesa assentam em inexactidões múltiplas e em omissões várias. As posições ora assumidas pronunciam-se sobre o que pode ser pensado como uma questão civilizacional e histórica que transferiu a fé, antes colocada na religião, para a ciência e que deslocou os seus objectivos de conhecimento para um outro ideário. Hoje, conscientes da força do progresso tecnológico, vive-se numa incerteza moral face à definição ética duma existência futura verdadeiramente humana, condicionada aleatoriamente peja acção técnica e científica combinadas com a economia e o consumismo hedonista como fim supremo da vida. Neste registo aborda-se o papel da religião na sociedade e o reconhecimento, por parte do Estado, da função social da religião. Em defesa duma posição que equilibre a perspectiva " Dai a César o que é de César e dai a Deus o que é de Deus", esta dissertação advoga que o sentido da realidade tem de ser procurado na dignidade e integridade humanas, não sendo possível viver sem um desígnio, pois, é ele que dá sentido às gerações Se o actual modelo civilizacional tiver alguma pretensão de sobreviver aos exageros da vivência tecnocéntrica, o sagrado não pode ficar entregue ao consumismo hedonista. Tudo isto exige uma ética de referência e cidadãos bem formados, exigentes e intervenientes.
During these years, making use of some caution in the analyses, we ended m the sense that most of unfavorable judgements in relation to the problem of moral values and of cultural and ethical judgements of portuguese society are based in multiple inexactiness and several omissions. The faith, before placed in the Christian religion, was transfer for tile science Today, coonscious of the force of the tecnological progress that lives the human been in an uncertainly moral face to the ethical definition of an existence future truly human, the State must recognise the social function of the religion. This dissertation pleads that the sense of the reality has to be sought in the dignity and human integrity, not being possible to live without an intention, because, it is this that gives sense to the generations. If the actual model civilizational has some pretension of surviving to the exaggerations of the tecnocentrique existence, the sacred cannot be given to tile consumerism hedionist. This demands an ethical reference and well formed and intervenients citizens.
Descrição: Tese de Doutoramento em Antropologia apresentada à Universidade Aberta
URI: http://hdl.handle.net/10400.2/2497
Aparece nas colecções:Antropologia/Antropology

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
TESE DE DOUTORAMENTO (3).pdf80,28 kBAdobe PDFVer/Abrir    Acesso Restrito. Solicitar cópia ao autor!


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.