Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.2/2461
Título: Das Motiv des Doppelgängers als Spaltungsphantasie in der Literatur und im deutschen Stummfilm
Autor: Bär, Gerald
Orientador: Pires, Maria Laura Bettencourt
Scheidl, Ludwig
Palavras-chave: Literatura alemã
Cinema
Cultura alemã
Idade contemporânea
Cinematografia
Teoria do cinema
Data de Defesa: 2002
Citação: Bär, Gerald - Das Motiv des Doppelgängers als Spaltungsphantasie in der Literatur und im deutschen Stummfilm [Em linha]. [Lisboa] : [s.n.], 2002. 671 p.
Resumo: Embora enquadrado na Área de Línguas e Literaturas Modernas, mais concretamente no âmbito dos Estudos Alemães a tese entende-se como um trabalho interdisciplinar no campo das Literaturas Inglesas e Norte-Americanas explorando também as dimensões cinematográficas do motivo do Doppelgänger. A tese compõe-se de quatro partes: A primeira parte contém uma introdução à temática da dissertação, explicando o aparecimento e o desenvolvimento das várias definições do conceito de Doppelgänger e termos relacionados (Sósia, duplo, clone, etc.), posições da crítica, assim como a comparação dos resultados dos trabalhos sobre o motivo mais relevante para a nossa abordagem. A segunda parte explora circunstâncias e situações que favorecem o desenvolvimento de fantasias de fragmentação do Eu. Encontramos o fenómeno na literatura mundial no pensamento filosófico, religioso e antroposófico, no espiritismo, na psicanálise e até na medicina. Tenta-se explicar as condições sociais e individuais que acompanham estas fantasias recorrentes desde os tempos míticos. Numa linha de interpretação que seguimos de Novalis a Adorno, o Doppelgänger parece uma figuração do ausente – um símbolo de alienação existencial. Na terceira parte analisam-se as múltiplas formas do motivo literário e a sua utilização por autores de várias épocas. Ao contrário de outros trabalhos sobre o tema, dividimos o corpus literário em géneros e tentamos seguir uma cronologia. Em foco estão sobretudo peças, poemas e narrativas com o motivo em questão na literatura alemã dos séculos XVIII, XIX e XX. Tenta-se encontrar características que as representações das fantasias de fragmentação têm em comum e explicar a longevidade do motivo. A quarta parte, antes de explicar técnicas fotográficas e cinematográficas importantes para a captação do imaginário, tenta abordar o tema através da pintura e outras artes. Estabelece um corpus de filmes ligados ao motivo e resume os resultados da pesquisa no campo cinematográfico sobretudo em filmes mudos alemães. Em vários estudos literários sobre o Doppelgänger encontram-se pistas sobre a sua representação nas outras artes, nomeadamente na cinematografia, mas faltava um trabalho compreensivo que ligasse as duas áreas de Estudos Literários e Estudos de Cinema. Com a técnica do novo medium fílme conseguiu-se tornar visível o duplo que foi adoptado pela literatura fantástica. O Doppelgänger, a sombra, a imagem no espelho e os fantasmas, tirados do seu habitat literário, saem do reino da mera imaginação e ganham vida própria no ecrã. Uma seleção de cenas montadas num vídeo que faz parte integral da dissertação ilustra como as fantasias de fragmentação são tornadas visíveis. Procuramos demonstrar como as novas tecnologias fílmicas tornaram possível a integração do fantástico e do inédito na experiência visual dos espectadores.
Descrição: Tese de Doutoramento em Ciências Humanas e Sociais na especialidade de Estudos Alemães apresentada à Universidade Aberta
URI: http://hdl.handle.net/10400.2/2461
Aparece nas colecções:CEMRI - Teses de Doutoramento / Phd Thesis
Estudos Alemães / German Studies

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
TESE DE DOUTORAMENTO (3).pdf80,28 kBAdobe PDFVer/Abrir    Acesso Restrito. Solicitar cópia ao autor!


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.