Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.2/2372
Título: Desmontando narrativas e corpos : uma reflexão sobre o corpo no gótico feminino na obra poética de Sylvia Plath e Anne Sexton, e na obra fotográfica de Francesca Woodman e Cindy Sherman
Autor: Lopes, Elisabete Cristina Simões
Orientador: Avelar, Mário
Palavras-chave: Plath, Sylvia, 1932-1963
Sexton, Anne, 1928-1974
Sherman, Cindy, 1954-
Woodman, Francesca, 1958-1981
Literatura americana
Cultura americana
Mulheres
Corpo humano
Feminilidade
Gótico
Fotógrafos
Gothic
Female gothic
Body
Uncanny
Mirrors
Ghosts
Monsters
Horror
Death
Data de Defesa: 2012
Citação: Lopes, Elisabete Cristina Simões - Desmontando narrativas e corpos [Em linha] : uma reflexão sobre o corpo no gótico feminino na obra poética de Sylvia Plath e Anne Sexton, e na obra fotográfica de Francesca Woodman e Cindy Sherman. Lisboa : [s.n.], 2012. VI, 618 p.
Resumo: O objectivo desta investigação é o de examinar o modo como Sylvia Plath, Anne Sexton, Francesca Woodman e Cindy Sherman exploraram a representação do corpo da mulher, à luz do gótico, mais especificamente, dentro do enquadramento do gótico feminino. Consequentemente, a obra poética de Sylvia Plath e de Anne Sexton, tal como a obra fotográfica de Francesca Woodman e Cindy Sherman, são exploradas dentro das várias vertentes do gótico: feminino, materno, paterno, doméstico e marital. Elementos tradicionais do gótico, tais como as ruínas, os fantasmas, os monstros, o dopplegänger, o anjo ou a “madwoman” do período vitoriano, conjugam-se com elementos de carácter surrealista (os peixes, as luvas, os espelhos, os cadáveres esquisitos), de forma a ilustrar o modo como o corpo feminino estabelece um diálogo com a geografia do espaço. Neste contexto, é igualmente importante analisar de que forma essas mesmas representações comportam um pendor feminista e determinar como operam enquanto resposta e revisão relativamente ao paradigma patriarcal. No âmbito deste estudo, conceitos operacionais intrinsecamente ligados ao estudo do gótico, tais como o grotesco, o abjecto ou a estranheza, são convocados com o intuito de enriquecer esta análise, no seio da qual o corpo feminino se encontra em permanente flirt com a presença da morte.
This research aims at examining the way Sylvia Plath, Anne Sexton, Francesca Woodman and Cindy Sherman have carried out female’s body representation, in the light of the gothic, specifically within the female gothic setting. Therefore, both Sylvia Plath’s and Anne Sexton’s poetic oeuvre and Francesca Woodman’s and Cindy Sherman’s photography are explored within the various gothic types: female gothic, maternal gothic, paternal gothic, domestic gothic and marital gothic. In this analysis, traditional elements of the gothic, such as ruins, ghosts, monsters, dopplegängers, the angel and the madwoman of the Victorian epoch, combine with surrealist imagery (fishes, gloves, mirrors, cadavres exquis) in order to convey the ways in which the female body engages in a dialogue with the geography of space. In this context, it is important likewise to analyse the feminist essence inherent in those representations, and unveil to what extent they constitute an answer and revision regarding patriarchy. In this research, we resort to theoretical concepts intimately linked to the gothic genre, such as the grotesque, the abject and the uncanny, so as to illustrate a female body which appears constantly flirting with death.
Descrição: Tese de Doutoramento em Literatura na especialidade de Literatura Norte-Americana apresentada à Universidade Aberta
URI: http://hdl.handle.net/10400.2/2372
Aparece nas colecções:Literatura Norte-Americana / North American Literature

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Tese. Elisabete Lopes.pdf10,39 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.