Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.2/2345
Título: O voluntariado na perspetiva de género : reflexões a partir de uma experiência com a Liga dos Amigos do Hospital de Portalegre
Autor: Damião, Vera Cristina Camejo Margarido
Orientador: Albuquerque, Rosana
Palavras-chave: Mulheres
Género
Voluntariado
Hospitais
Perceção
Estudo de casos
Hospital
Volunteer work
Gender
Motivation
Perceptions
Citizenship
Data de Defesa: 2012
Citação: Damião, Vera Cristina Camejo Margarido - O voluntariado na perspetiva de género [Em linha] : reflexões a partir de uma experiência com a Liga dos Amigos do Hospital de Portalegre. Lisboa : [s.n.], 2012. 151 p.
Resumo: Os voluntários estiveram sempre presentes nas sociedades, tendo a sua ação tido várias expressões, predominantemente de cariz caritativo, exercido de forma isolada, esporádica, e ditada, a maioria das vezes, por razões familiares, de amizade e de boa vizinhança. Se durante anos esta atuação foi entendida como um modo de colmatar insuficiências, na sociedade atual é-lhes reconhecido um espaço próprio, numa linha de complementaridade com o trabalho profissional e das instituições. Os estudos no âmbito do género têm vindo a focar as desigualdades associadas aos papéis sociais, as quais parecem ser ainda evidentes no domínio do voluntariado e, particularmente, em contexto hospitalar. O presente estudo foi realizado na Liga dos Amigos do Hospital de Portalegre (LAHP), e através de uma abordagem qualitativa, com base em entrevistas semiestruturadas, procurou-se, de um modo geral, conhecer os atributos que caracterizam os voluntários da LAHP, tendo em vista a construção de um perfil de motivações associado ao género, bem como conhecer as suas perceções acerca do voluntariado. Na generalidade, os resultados sugerem a existência de uma preponderância feminina neste contexto de voluntariado, a qual é explicada pelas voluntárias por traços associados à construção social do género. Este estudo apresenta limitações, sendo a mais evidente a não inclusão de voluntárias de idades mais jovens e de voluntários do sexo masculino na amostra.
Volunteers have always been present within societies, although exhibiting different expressions, commonly of charity nature, isolated, sporadic and often motivated by familiar, friendship or neighborhood motives. While throughout several years their effort was perceived as a way to fill insufficiencies, nowadays they possess a specific space, complementary of professionals and institutions work. Studies on Gender have been focusing the inequalities related with social roles, which seem to be vibrant in volunteer work domain and, particularly, in specific contexts, such as hospitals. This study was developed in Liga dos Amigos do Hospital de Portalegre (LAHP), and by means of a qualitative approach based on semi-structured interviews, we aimed to identify the traits that characterize volunteers working in this institution, in order to build a profile of motivations related with gender, as well as to know their perceptions about volunteer work. Our results suggest a prevalence of women within this context of volunteer work, which is explained, based on their perceptions, by characters related with de social construction of gender. This study presents a few limitations, such as the non-inclusion on younger volunteers and men in our sample.
Descrição: Dissertação de Mestrado em Estudos sobre as Mulheres apresentada à Universidade Aberta
URI: http://hdl.handle.net/10400.2/2345
Aparece nas colecções:Mestrado em Estudos Sobre as Mulheres / Master's Degree in Women Studies - TMEMU

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
TMEMU_VeraMargarido.pdf3,64 MBAdobe PDFVer/Abrir    Acesso Restrito. Solicitar cópia ao autor!


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.