Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.2/2115
Título: Contribuição do ensino não formal para o desenvolvimento de competências do currículo de ciências do 3º Ciclo do Ensino Básico
Autor: Borges, Isabel Maria Rato Pinto de Almeida
Orientador: Pereira, Alda
Palavras-chave: Currículos
Ensino básico
3º Ciclo
Ensino das ciências
Educação não formal
Competência
Desenvolvimento
Formal education
Non formal education contexts
Science teaching and learning
Competence
Curriculum
Data de Defesa: 2012
Citação: Borges, Isabel Maria Rato Pinto de Almeida - Contribuição do ensino não formal para o desenvolvimento de competências do currículo de ciências do 3º Ciclo do Ensino Básico [Em linha]. Lisboa : [s.n.], 2012. XVIII, CXXXII p.
Resumo: A realização deste estudo para dissertação de mestrado resultou fundamentalmente de experiência profissional da investigadora, docente de Física e de Química do 3º Ciclo do Ensino Básico e do Ensino Secundário e do seu recurso frequente a contextos de ensino não formal. Consequentemente, ao longo do tempo foi-se desenhando a percepção empírica sobre as potencialidades do ensino não formal como contributo válido para a educação e formação integral dos seus alunos em ciências, com aquisição e desenvolvimento de competências, simultaneamente finalidades dos currículos do ensino formal. A fim de explicitar e fundamentar essa percepção, o estudo focou as aprendizagens de um grupo de 26 alunos do 8º ano de uma escola pública da Amadora, proporcionadas por contextos de ensino não formal num centro de ciência em Sintra. Partiu-se do pressuposto que a possível diversidade de processos de ensino planeados e desenvolvidos em contexto formal de ensino das ciências deve convergir no desenvolvimento de competências gerais, essenciais e específicas, enunciadas no Currículo Nacional do Ensino Básico para as Ciências Físicas e Naturais. O problema da investigação foi então, inquirir sobre a contribuição dos contextos de ensino não formal para as aprendizagens do currículo formal de ciências e explicitar algumas competências promovidas nos alunos. Para tal, optou-se por uma metodologia de investigação acção dadas as suas características dinâmicas, em que a investigação e a acção decorreram em paralelo inscrevendo-se na acção da docente. As finalidades deste trabalho foram assim, por um lado adquirir um maior conhecimento acerca da contribuição do ensino não formal para a formação e educação dos alunos em ciências e por outro, intervir directamente na melhoria das aprendizagens do grupo de alunos em estudo e na acção do professor de ciências. Permitiu também alguns dados para análise da acção educativa do centro de ciência. O alcançar destas finalidades poderá ser mais um contributo para fundamentar a mudança das concepções tradicionais de ensino e abrir novas perspectivas para enriquecimento e diversificação do ensino formal, indo ao encontro da actual diversidade de públicos escolares.
This master`s thesis study resulted primarily from the author's professional experience as a teacher of Physics and Chemistry of students from 7th to 12th grade and from her frequent use of non formal education contexts in her teaching activity. Consequently over time the empirical perception on the potential of non formal education was drawing up as a major contribution to science education and training of her students, allowing them acquisition and development of skills and competencies that are purposes of formal education curricula. In order to explain and justify this empirical perception, the study focused on the learning of a group of 8th grade students of a public school in Amadora, provided by non formal learning environments in a science center in Sintra. It started from the assumption that the possible diversity of teaching processes planned and developed in science formal teaching should converge in the development of general skills that are essential and specific, listed in the National Curriculum for Basic Education for the Physical and Natural Sciences. The main question of this investigation was then to inquire about the contribution of science non formal learning contexts towards formal curriculum of sciences and to explicit the skills promoted in students. To this end we opted for a methodology of action research mostly because of its dynamic characteristics in which investigation and action take place at the same time and sustain the action of teaching. So the purpose of this study was to understand the contribution of non formal education for science education and on the other hand, to improve students’ learning and to improve science teacher action. It also allowed some data to analyze the educational activity of the science center. The achievement of these goals may be more a contribution to support changing the traditional concepts of education and open new opportunities for enrichment and diversification of formal education, meeting the current diversity of school publics.
Descrição: Dissertação de Mestrado em Supervisão Pedagógica apresentada à Universidade Aberta
URI: http://hdl.handle.net/10400.2/2115
Aparece nas colecções:Mestrado em Supervisão Pedagógica / Master's Degree in Pedagogical Supervision - TMSP

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Isabel Borges.pdf6,92 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.