Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.2/2095
Título: Horas europeias : agentes, conteúdos e processos
Autor: Figueiredo, Maria Jorge Loureiro
Orientador: Gaspar, Ivone
Palavras-chave: Multiculturalismo
Modelos educativos
Pluriculturalismo
Curriculum
Escola europeia
União Europeia
European hours
European school
Curricular area
Multilingual
Multiculturalism
Data de Defesa: 2012
Citação: Figueiredo, Maria Jorge Loureiro - Horas europeias [Em linha] : agentes, conteúdos e processos. Lisboa : [s.n.], 2012. XII, 166 p.
Resumo: Este trabalho procura descrever e evidenciar os processo de construção e operacionalização de um segmento curricular, não disciplinar, denominado de Horas Europeias da Escola Europeia de Luxemburgo, pelos agentes nelas envolvidos e que usam como instrumento de comunicação e de interação entre si uma segunda Língua. Tratando-se de um contexto multicultural e multilingue e um modelo de escola “sui generis”, procura-se, na sua génese e contexto, a particularidade de um currículo que reforce a coesão deste modelo de escolas e evidencie simultaneamente a identidade da cada unidade escolar, pela ação conjunta desses agentes. A especificidade desta temática e contexto particular em que se enquadra dificulta a procura de referentes teóricos nos quais nos possamos encorar. Procurámos nos vários contributos teóricos sobre “ curriculo” o nosso conceito de currículo e, inserimo-lo no contexto multicultural e multilinguistico da organização deste modelo de escola, procurando, através deste estudo de caso, evidenciar a sua conceção e operacionalização através das práticas dos seus autores-agentes. Foi possível, pelo encontro com esses agentes e pelas observações feitas, verificar o modo como se apropriam das diretivas, constroiem o seu próprio projeto (ancorando-se na filosofia, nos princípios e objetivos nelas contidos) e operacionalizam um currículo pluridisciplinar por eles delineado, que fundamente e enquadre as HE no modelo de escola do qual emanam, evidenciando os processos conteúdos e atividades de aprendizagem que as irão suportar. Têm como base o trabalho cooperativo como prática que pretende desencadear «a ação, a interação e a comunicação em atividades comuns» e ao mesmo tempo estimular « os alunos que se constituem eles próprios, também, como participantes ativos na sua construção». Uma vez que a situação a investigar é um caso concreto e contextualizado em que o investigador faz parte da equipa educativa que participa no desenho do currículo desta área, o trabalho apoia-se numa metodologia predominantemente qualitativa, optando –se por um estudo de caso.
This work has the objective of describing and under lighting the construction and the operationalization processes of a non-disciplinary curriculum segment, known as “European Hours” of the European School of Luxembourg, done by the agents within involved using the second language as a tool of communication and interaction among them. Being a multicultural and multilingual context and a “sui generis” model of school, we seek in its context and genesis the peculiarity of a curriculum which reinforces the cohesion of schools showing at similar time each school unit identify built by the joined action of those agents. The specificity of this particular theme and the special context in which it falls are not easily related theories where we can anchor. We searched in the theoretical contributions of “curriculum”, our concept of it, and inserted it into the multicultural and multilingual organization of this school model, seeking by this study case the evidence of its conception and operationalization by the practices of their authors-agents. It was possible to verify by the encounter with these agents and the observations made, how they appropriate the directives and build their own projects (based in the philosophy, principles and objectives within contained) and operationalize a multidisciplinary curriculum from them outlined, justifying and framing the European Hours in to the school model from where they come, showing the processes, contents and learning activities that they will support. They are based in cooperative work as a pretended practice, and at the same time initiate “ the action, the interaction and the communication in common activities” and “ stimulate “ the students, who are themselves, too, as active participants in their construction”. Since the state to investigate is a concrete and contextualized case, where the researcher makes part of the educational team that participates in this area’s curriculum drawing, the work is supported in a predominantly qualitative methodology, opting for a study case.
Descrição: Dissertação de Mestardo em Supervisão Pedagógica apresentada à Universidade Aberta
URI: http://hdl.handle.net/10400.2/2095
Aparece nas colecções:Mestrado em Supervisão Pedagógica / Master's Degree in Pedagogical Supervision - TMSP

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Maria Jorge Figueiredo-MSP.pdf2,88 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.