Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.2/2094
Título: Imigrantes ucranianos em Portugal : da satisfação das necessidades de imigração à adopção de comportamentos saudáveis
Autor: Sousa, José Edmundo Xavier Furtado de
Orientador: Ramos, Natália
Palavras-chave: Sociologia das migrações
Sociologia da saúde
Imigração
Ucranianos
Aculturação
Qualidade de vida
Boas práticas
Comportamento
Immigration
Ukrainian Immigration Needs
Acculturation
Healthy Behaviors
Data de Defesa: 2012
Citação: Sousa, José Edmundo Xavier Furtado de - Imigrantes ucranianos em Portugal [Em linha] : da satisfação das necessidades de imigração à adopção de comportamentos saudáveis. [Lisboa] : [s.n.], 2011. 224 p.
Resumo: A Ucrânia é a segunda comunidade estrangeira mais representativa em Portugal, com 52.293 imigrantes ucranianos que representavam, em 2009, 12% do universo da comunidade estrangeira a residir em Portugal. As necessidades resultantes do processo de migração iniciam-se no país de origem, e confrontam-se com as singularidades que irão encontrar na sociedade de acolhimento. Os modos de aculturação interferem na adopção dos comportamentos saudáveis. Este enquadramento sugere-nos a finalidade deste estudo assim como a pergunta de partida. A finalidade é conhecer e interpretar o perfil sócio demográfico e comportamental dos imigrantes ucranianos em Portugal. O que se traduz na seguinte pergunta de partida: “que relação existe entre o processo migratório dos Imigrantes Ucranianos em Portugal, a satisfação das necessidades emergentes desse movimento migratório e a adopção de comportamentos de saúde?”. Utilizamos a triangulação de métodos, a recolha de dados ocorreu através do inquérito quer na forma de questionário, quer na de entrevista. Realçamos que, devido às características culturais e linguísticas, optamos por administrar um questionário bilingue. Os itens emergiram baseados na observação participada, na revisão de literatura e em entrevistas exploratórias que nos permitiram conceber um corpus de conhecimento. A amostragem foi probabilística, por conglomerados. Na sequência do procedimento, o conglomerado que constitui a amostra do nosso estudo, corresponde ao distrito de Lisboa sendo constituído por 1970 associados inscritos na Associação dos Ucranianos Imigrantes de Lisboa e na Escola Ucraniana “Dyvosvit”. Destes participaram, voluntariamente, 143 imigrantes ucranianos, que constituem a nossa amostra. Como principal resultado salientamos a existência de uma relação estatisticamente significativa e positiva entre a Satisfação das Necessidades de Imigração e a adopção de Comportamentos Saudáveis, globalmente quanto mais satisfeitas estiverem as necessidades de imigração, maior será a adopção de comportamentos saudáveis. Poderemos concluir, que o modo de aculturação do imigrante ucraniano à sociedade de acolhimento influencia a adopção de comportamentos saudáveis.
Ukraine is the second most representative foreign community in Portugal, with 52,293 immigrants representing in 2009, 12% of the universe of all foreign community living in Portugal. The needs resulting from the migration process begin at home and face up with the singularities they will find in the host community. The modes of acculturation interfere with the adoption of healthy behaviors. This framework suggests the purpose of this study as well as our starting question. The purpose is to understand and interpret the socio demographic and behavioral profile of Ukrainian immigrants in Portugal. What is reflected in the following initial question: "What is the relationship between the migration process of Ukrainian immigrants in Portugal, with the satisfaction of the emerging needs of migratory movement and the adoption of healthy behaviors?". We used a triangulation method, the collection of data occurred throughout an inquiry either in the form of a questionnaire and of interviews. To emphasize that, due to cultural and linguistic characteristics, we chose to administer a bilingual questionnaire. The items emerged based upon participant observation, on literature reviews and on exploratory interviews that enabled us to design a corpus of knowledge. The sample was probabilistic, by clusters. Following the procedure, the sample cluster in our study, corresponds to Lisbon district, 1970 are members enrolled in the Lisbon Ukrainian Association of Immigrants and on the Ukrainian School "Dyvosvit”. Out of those, 143 Ukrainian immigrants participated voluntarily, they are our sample. The main result to emphasize is the existence of a statistically positive relationship between the satisfaction of the needs of Immigration and the adoption of healthy behaviors, and overall the more satisfied needs of immigration are, greater is the adoption of healthy behaviors. We therefore conclude that the mode of acculturation of the Ukrainian immigrants to the host society do influence the adoption of healthier behaviors.
Descrição: Tese de Doutoramento em Psicologia na especialidade de Psicologia Intercultural apresentada à Universidade Aberta
URI: http://hdl.handle.net/10400.2/2094
Aparece nas colecções:Psicologia Intercultural / Intercultural Psychology

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Edmundo Sousa_Tese Doutoramento_Imigrantes Ucranianos em Portugal.pdf8,44 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.