Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.2/2090
Título: O conceito de herói em narrativas de alunos chineses de português língua não materna
Autor: Martins, Maria Dulce Ferreira
Orientador: Batoréo, Hanna
Palavras-chave: Ensino de línguas
Língua portuguesa
Chineses
Aquisição da linguagem
Português língua não materna
Herói
Conceitos
Portuguese as a foreign language
Chinese people
Acquisition
Concept
Hero
Data de Defesa: 2011
Citação: Marins, Maria Dulce Ferreira - O conceito de herói em narrativas de alunos chineses de português língua não materna [Em linha]. Lisboa : [s.n.], 2011. 119 p.
Resumo: O confronto diário, na escola, com o crescente fluxo de alunos imigrantes e a constatação das dificuldades sentidas pelos discentes de Português Língua Não Materna (PLNM) quer a nível linguístico quer cultural moveram-nos a investigar como se processa a aquisição lexical em Língua Segunda (L2). Desse interesse geral, optámos por avaliar, especificamente, em que medida o conceito de herói pode ser influenciado pelo contexto linguístico e sociocultural em que o sujeito cresce, uma vez que é nossa convicção que a aquisição de conceitos reflete e é o reflexo do meio em que o falante se desenvolve. Pretendemos, também, averiguar até que ponto a migração e a globalização, como propagadoras de ideias e conceitos, influenciam a aquisição da linguagem. Para concretizarmos os objetivos da presente dissertação, optámos por analisar como alguns alunos chineses conceptualizavam a figura do herói, por comparação com alunos portugueses. Todos a frequentarem escolas do distrito de Setúbal. A constituição da amostra dos corpora consistiu na elaboração de duas narrativas escritas centradas na personagem herói. Seguimos os paradigmas da Linguística Cognitiva sobre protótipo e interação entre cognição e cultura, revimos a aprendizagem e aquisição da competência lexical por falantes de língua materna e por falantes de língua não materna. Debruçámo-nos sobre aspetos socioculturais e linguísticos chineses que poderiam ter influência na conceptualização de herói. Em relação aos resultados da análise das narrativas construídas pelos informantes, concluímos que o conceito de herói, apesar das diferenças registadas entre os alunos de PLNM e os de Português Língua Materna (PLM), apresenta algumas características semelhantes, mais representativas e que, portanto, definem a prototipicidade do herói: são seres que se destacam pelas suas qualidades morais, que se confrontam, diariamente, com vilões para salvar o mundo e exterminar o Mal, recorrendo a poderes e a armas adequadas às suas funções salvíficas. Recuperados pelos informantes através de nomes próprios socialmente conhecidos, os heróis não necessitam de ser caracterizados fisicamente. Movem-se em espaços citadinos, mas sem localização geográfica concreta, ancorados, apenas, no presente narrativo e na sucessão cronológica da narração. No entanto, existem algumas características diferentes e menos salientes que personalizam o herói do grupo de PLNM e que identificam a sua cultura, quando comparadas com o grupo de PLM: o herói dos alunos chineses é mais ativo e multifacetado no tipo de salvamentos que pratica, recorrendo a atos de maior violência. Caracteriza-se por valores de humildade, altruísmo e lealdade que podem concretizar-se em atos de autossacrifício. Apresentam-se como super-heróis, detentores de ultrapoderes, capazes de enfrentar ameaças extraordinárias para defender os seus protegidos, seres, socialmente, frágeis. Revelam as suas emoções e transmitem os sentimentos que nutrem pelas outras personagens. Tal como o herói, também o vilão aparece caracterizado em pormenor. Concluímos que os conceitos de herói apresentados pelo grupo de PLNM e pelo grupo de PLM comungam uma súmula de características facilitadas pela migração e globalização do mundo atual. Todavia, há valores tradicionais que subsistem nos jovens de PLNM e que se mantêm fiéis à cultura milenar chinesa. Finalmente, a partir do presente estudo, construímos uma atitude de maior respeito pelas línguas dos outros e conhecemos melhor os mecanismos que sustentam a aquisição das línguas.
The daily confrontation, at school, with the increase of incoming foreign students, and the acknowledgement of difficulties experienced by the students of Portuguese as a Foreign Language, whether on a linguistic or cultural level, led us to investigate how the acquisition of a Second Language is processed. From that general interest, we have opted to evaluate, specifically, in what way the hero concept can be influenced by the linguistic and the socio-cultural context in which the subject grows, since we are convinced that the acquisition of concepts reflect and are a reflection of the environment where the speaker is brought up. We also intend to ascertain in what way migration and globalization, as developers of ideas and concepts, have an influence on the language acquisition. In order to achieve the goals of the present essay, we have opted to analyze the way some Chinese students conceptualize the hero figure, comparing them with Portuguese students. All of them attend schools in or around Setúbal. The sample is built on the corpora which consisted on the writing of two narratives centered on the hero character. We have followed the paradigms of Cognitive Linguistics on the prototype and interaction between cognition and culture, reviewed the learning and acquisition of lexical competence by speakers of the mother language and of speakers of a second language. We have leaned over the Chinese socio-cultural and linguistic aspects that may have an influence upon the hero conception. Concerning the analyses of the results of the narratives written by the informants, we have concluded that the hero concept, although differences between the students of Portuguese as a Foreign Language and students of Portuguese as a First language were registered, some similar characteristics, with more representation were present which, therefore, defines the prototypicity of the hero: they are beings that stand out due to their moral qualities, that daily have to face villains in order to save the world and exterminate Evil, using adequate powers and proper weapons according to their rescuing functions. Recovered by the informants who were socially known by their first names, the heroes don‟t need physical characterization. They move in city environments, however without a specific geographical localization, anchored only in the present narrative and in the chronological succession of events. Nevertheless, there are some different characteristics, less prominent, that personalize the hero from the group of Portuguese as a Foreign Language and which identify their culture when compared to the group of Portuguese as a First Language: the Chinese students‟ hero is more active and diverse in the kind of rescues he practices, appealing to acts of bigger violence. It is characterized by values of humbleness, altruism and loyalty which may be materialized in acts of self-sacrifice. They present themselves as super-heroes, holders of mighty-powers, capable of facing extraordinary menaces to defend their protégés, beings, socially fragile. They reveal their emotions and transmit their feelings for the other characters. Like the hero, the villain is also characterized in detail. We have thus, concluded that the hero concepts presented by the group of Portuguese as a Foreign Language and by the group of Portuguese as a First Language have a sum of characteristics facilitated by migration and globalization of the actual world in common. However, there are traditions which subsist in the young speakers of Portuguese as a Foreign Language who keep faithful to the millennial Chinese culture. Finally, from the present studies we have built an attitude of greater respect of the others‟ languages and recognised the mechanisms which support the acquisition of languages better.
Descrição: Dissertação de Mestrado em Português Língua Não Materna apresentada à Universidade Aberta
URI: http://hdl.handle.net/10400.2/2090
Aparece nas colecções:Mestrado em Português Língua Não Materna / Master's Degree in Portuguese as a Foreign Language - TMPLNM
Linguística - Teses de Mestrado / Master's Degree

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
DISSERTAÇÃO MESTRADO[1].pdf1,06 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.