Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.2/2089
Título: Análise estatística da mortalidade infanto-juvenil em Angola : causas e associação com incadores sócio-económicos
Autor: Toni, Lupini
Orientador: Oliveira, Teresa
Oliveira, Amílcar
Palavras-chave: Estatística
Análise estatística
Fatores socio-económicos
Indicadores
Condições de vida
Mortalidade infantil
Angola
Data de Defesa: 2012
Citação: Toni, Lupini - Análise estatística da mortalidade infanto-juvenil em Angola [Em linha] : causas e associação com incadores sócio-económicos. Lisboa : [s.n.], 2010. 85 p.
Resumo: Um dos Objectivos de Desenvolvimento do Milénio (ODM) consiste na redução da mortalidade infantil e infanto-juvenil para 2/3 até 2015. Para atingir esta meta, esforços são concentrados para delinear a melhor estratégia e, agências internacionais defendem a afectação de mais recursos financeiros para o sector da saúde. Uma das saídas passa pela identificação dos factores sócio culturais, económicos, demográficos e sanitários que afectam a mortalidade infantil e infanto-juvenil, que uma vez manipulados, permite canalizar de forma adequada os recursos escassos de que dispõem os Paises. O presente estudo visa examinar a importância que reveste os factores sócio culturais, económicos, demográficos e sanitários na mortalidade infanto-juvenil em Angola, fazendo uso dos dados obtidos no Inquérito sobre Bem-estar da População (IBEP) realizado em 2008-2009. Foi ajustado um modelo de regressão logística para seleccionar os factores determinantes da mortalidade infanto-juvenil, quer na área urbana como área rural. A magnitude da importância de cada variável foi testada pelo teste de Wald e os factores foram classificados de acordo com os respectivos p-value (valores de prova). Enquanto a mortalidade infanto-juvenil foi fixada em 194 /1000 nascimentos vivos, observou-se associação significativa (p-value=0,00) entre as variáveis sexo da criança, uso do mosquiteiro, técnico que consultou, administração de antipaludico, vacina antitetanica, actividade económica do pai, tratamento da água, tipo de sanitário instalado na habitação, idade da mãe e números de filhos na área urbana. Quanto a área rural, foi verificado associação significativa (p-value=0,00) entre as variáveis nível de escolaridade concluído pela mãe, uso do mosquiteiro, local onde defeca habitualmente, técnico que consultou nas visitas pré-natais, técnico que assistiu no parto, local do parto, actividade económica do pai, tipo da habitação, material utilizado para cobrir a habitação, tipo da habitação, número de divisões que tem habitação, idade da mãe e número de filhos. Estes resultados evidenciam a importância do nível sócio cultural, económicos, demográficos e sanitário na determinação dos óbitos infanto-juvenil.
One of the Milennium Development Goals is the reduction of infant and child mortality by two-thirds by 2015. In order to achieve this goal, efforts are concentrated at identifying cost-effective strategies as many international agencies have advocated for more resources to be directed to health sector. One way of doing this is identify and rank-order the importance of the socioeconomic factors that affect infant mortality, this will help by giving priority to the factors that need to be manipulated for effective health interventions in the face of competing scarce resources. The purpose of tis study is to examine the relative importance of major socioeconomic and demographic factors associated with infant mortality in Angola, using survey data on the well being of the population ( IBEP2008-2009). Series of logistic regression models were fifted to select the significant factors affecting infant mortality both in urban and rural. The magnitude of the significance for select variable was tested using the Wald´s test, and hence the factors were rank-ordered according to their overall P-value. While infant mortality rate in 2009 was 194 per 1000, its significant determinants are socioeconomics and demographics factors ( uso of mosquito nets, economic activity of the parent, water treatment, type of sanitation, mother´s age and number of children).
Descrição: Dissertação de Mestrado em Estatística, Matemática e Computação
URI: http://hdl.handle.net/10400.2/2089
Aparece nas colecções:Mestrado em Estatística, Matemática e Computação / Master's Degree in Statistics, Mathematics and Computation - TMEMC

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Disserta_TFINAL.pdf571,16 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.