Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.2/2035
Título: As novas tecnologias na biblioteca escolar ao serviço da promoção da leitura recreativa
Autor: Ramos, Maria Raquel Medeiros Oliveira
Orientador: Bastos, Glória
Palavras-chave: Bibliotecas escolares
Novas tecnologias
Web 2.0
Promoção da leitura
Professor bibliotecário
School library
Web 2.0
Free voluntary reading
Digital native
Teacher librarian
Data de Defesa: 2011
Citação: Ramos, Maria Raquel Medeiros Oliveira - As novas tecnologias na biblioteca escolar ao serviço da promoção da leitura recreativa [Em linha]. Lisboa : [s.n.], 2011. XIV, 183, XVI p.
Resumo: Actualmente, com o eclodir de uma revolução tecnológica sem precedentes, em que a Web 2.0 veio modificar a forma como vivemos, assistimos, em termos de leitura, a duas alterações: por um lado, enfrentamos um momento híbrido em que o texto tradicional impresso convive com novos textos em suportes e formatos diferentes; por outro, o perfil do potencial leitor equivale ao perfil de um nativo digital, habituado a conviver com os artefactos tecnológicos de forma natural. Promover a leitura recreativa de forma eficaz exige, portanto, que se desenvolvam estratégias de leitura adequadas ao contexto temporal e cultural em que as mesmas se inserem. As bibliotecas escolares desempenham, neste âmbito, um papel essencial. O trabalho aqui apresentado visa demonstrar de que forma as bibliotecas escolares portuguesas, através da acção do professor bibliotecário, estão a conseguir adaptar-se a estas mudanças, utilizando as ferramentas e serviços da Web 2.0 na promoção da leitura recreativa. Para alcançarmos os objectivos delineados, optámos por estudar um determinado universo, inquirindo por questionário a totalidade da população (51 professores bibliotecários do distrito de Viana do Castelo e do concelho de Esposende) e, por entrevista, 4 professores, de entre o leque dos que desenvolvem práticas mais consolidadas. O estudo permitiu-nos concluir que os professores bibliotecários utilizam recursos muito diversificados na promoção da leitura recreativa e valorizam a utilização das novas tecnologias na aproximação que fazem ao leitor do século XXI. Conhecem um leque variado de ferramentas e serviços da Web 2.0, mas esse conhecimento é ainda, de forma geral, pouco aprofundado, o que se reflecte no tipo de utilização que fazem dos mesmos. A maioria dos professores utiliza menos ferramentas e serviços da Web 2.0 do que aqueles que conhece e fá-lo de forma pouco sistemática. Além disso, o tipo de utilização privilegia a animação de informação em detrimento de actividades responsabilizadoras e de aprofundamento. As escolas que apresentam melhores práticas utilizam, porém, um conjunto bastante alargado de ferramentas de forma sistemática e envolvem os alunos no processo. Este tipo de utilização resulta de uma forte valorização atribuída às novas tecnologias na promoção da leitura recreativa e de uma atitude proactiva, mais do que do tipo de formação formal que o professor possui.
Nowadays, with the surge of a technological revolution without precedence, in which Web 2.0 has altered the way we live, we are witnessing two significant changes in what concerns to reading: on the one hand, we face a hybrid moment in which the traditional print text lives together with new forms of text delivered by different platforms; on the other, the potential reader‟s profile is that of a digital native used to living with technological tools in a natural way. To efficiently promote free voluntary reading it is necessary to develop reading strategies that are adequate to both the cultural and temporal contexts in which they occur. School libraries play a vital role in this area. With the present work we want to show the way Portuguese school librarian teachers are adapting to these changes using Web 2.0 tools and services to promote free voluntary reading. To achieve our goals, we decided to study a specific group, inquiring all the population of the study by questionnaire (51 teacher librarians who work in the district of Viana do Castelo and in the county of Esposende) and 4 of these teacher librarians, who develop better practices, by interview. Through the study we were able to conclude that teacher librarians use a great variety of reading resources to promote free voluntary reading and value the use of new technologies to attract the 21st century reader. They know a considerable amount of Web 2.0 tools and services, but that knowledge is, in a general way, not very in-depth, which reflects itself in the way they use them. Most teachers use less tools and services than those they are familiar with and do not do it in a systematic way. Furthermore, they use the Web 2.0 tools and services more frequently to inform the student readers than to involve them in activities they are responsible for. However, the schools that have better practices use a great variety of new technologies in a systematic way and in very different reading situations which involve the students. More than the teacher librarian‟s formal training, this approach is a result of the significant value attributed by the teacher librarians to the use of new technologies to promote free voluntary reading as well as their proactive attitude towards the issue.
Descrição: Dissertação de Mestrado em Gestão da Informação e Bibliotecas Escolares apresentada à Universidade Aberta
URI: http://hdl.handle.net/10400.2/2035
Aparece nas colecções:Mestrado em Gestão da Informação e Bibliotecas Escolares /Master’s Degree in Information Management and School Libraries – TMGIBE



FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.