Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.2/1893
Título: Resíduos de medicamentos : estudo de caso sobre comportamentos, atitudes e conhecimentos
Autor: Proença, Paulo Nuno Pinto
Orientador: Azeiteiro, Ulisses
Moura, Ana Pinto
Palavras-chave: Saúde pública
Medicamentos
Gestão de resíduos
Qualidade do ambiente
Cidadania
Resíduo hospitalar
Resíduo
Environment
Residue
Medicines
Citizenship
Sustainability
Data de Defesa: 2011
Citação: Proença, Paulo Nuno Pinto - Resíduos de medicamentos [Em linha] : estudo de caso sobre comportamentos, atitudes e conhecimentos. [Porto] : [s.n.], 2011. 61 p.
Resumo: Os resíduos de medicamentos revestem-se de elevada importância económica e social para além de poderem provocar efeitos negativos para o ambiente e saúde pública quando indevidamente depositados. Este estudo pretende conhecer os principais motivos que levam os portugueses a gerar estes resíduos, bem como verificar as suas atitudes, os comportamentos assumidos e os seus conhecimentos perante esta matéria. Para atingir os objectivos traçados utilizámos um questionário desenhado para autopreenchimento, de forma a inquirir uma amostra de 300 utentes pertencentes a três unidades de saúde da cidade de Coimbra. Todos os inquiridos tinham mais de 15 anos e adquiriram medicamentos para si ou para alguém sob sua dependência nos últimos 12 meses. Os resultados revelaram que a maioria das pessoas identifica o excesso de medicação existente nas embalagens como justificação para a geração de resíduos. Quanto à deposição, ela é sobretudo realizada através da entrega da medicação na farmácia, depois de terminar a validade, seguindo-se o destino lixo comum. Relativamente às atitudes, foram detectadas discrepâncias entre a atitude e o comportamento assumido, principalmente ao nível da deposição no lixo comum. O factor ambiental está presente como principal justificação para a entrega dos medicamentos na farmácia, contudo o destino dos resíduos de medicamentos após entrega na farmácia é do desconhecimento da maioria dos inquiridos. Ao nível do resíduo de medicamento, detectámos de uma maneira geral, sensibilidade para a protecção ambiental, preocupação com a rentabilização económica de um bem de primeira necessidade e abertura à promoção de iniciativas socialmente vantajosas, o que demonstra uma apetência para a cidadania ambiental que pode e deve ser estimulada com objectivos de sustentabilidade a longo prazo.
The waste products of pharmaceutical drugs are of high social and economic importance and can cause adverse effects on the environment and human health when improperly disposed. This study seeks to examine the main reasons why the Portuguese generate this kind of waste; check their attitudes, the behaviours assumed and their knowledge face this matter. To achieve the objectives, we used a questionnaire designed for self-fulfilment in order to investigate a sample of 300 users from three health units in the city of Coimbra. All respondents were over 15 years old and have bought medicines for themselves or someone under their care in the past 12 months. The results revealed that most people identify the excessive medications on packaging as a justification for the waste generation. Regarding the deposition, it is mostly accomplished through the delivery of medication at the pharmacy, after finishing the validity, followed by the destination trash. Concerning their attitudes, discrepancies were found between the attitude and the behaviour assumed, especially in terms of deposition in the trash. The environmental factor is the main justification for the delivery of medicines to the pharmacy, however the fate of drug residues is ignored by most respondents. At the level of drug residue, we detected sensitivity for environmental protection, concern about the profitability of a basic necessity product and openness to promote beneficial social initiatives, demonstrating propensity for environmental citizenship that can and should be encouraged for the purpose of long-term sustainability.
Descrição: Dissertação de Mestrado em Cidadania Ambiental e Participação apresentada à Universidade Aberta
URI: http://hdl.handle.net/10400.2/1893
Aparece nas colecções:Mestrado em Cidadania Ambiental e Participação / Master's Degree in Environmental Citizenship and Participation - TMCAP

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Dissertação Resíduos Medicamentos.pdf618,54 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.