Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.2/1873
Título: A presença cristã nova em Chaves no reinado dos Filipes (1580-1640)
Autor: Ferreira, Jorge José Alves
Orientador: Pinto, Maria do Carmo Teixeira
Palavras-chave: História de Portugal
História local
Judeus
Cristãos-novos
Inquisição
Vida quotidiana
Governo dos Filipes
Santo Ofício
Família
Trabalho
Chaves
Filipes
New Christians
Crypto-Judaism
Data de Defesa: 2011
Citação: Ferreira, Jorge José Alves - A presença cristã nova em Chaves no reinado dos Filipes (1580-1640)[Em linha]. Lisboa : [s.n.], 2011. XV, 178 p.
Resumo: A presença judia na região transmontana, designadamente em Chaves, remonta aos primeiros séculos da história do reino português, embora, infelizmente, dispúnhamos de poucos elementos que nos permitam caracterizá-la. Porém, se as notícias sobre a vivência da comuna flaviense, durante o período em que a minoria religiosa foi tolerada e até protegida pelos diversos poderes, são muito raras, elas deixam praticamente de existir, após a imposição aos judeus da sua conversão à fé cristã, através do baptismo, em finais de Quatrocentos. Há que esperar pelo estabelecimento da Inquisição em Portugal, em finais da década de trinta do século XVI, e em particular pelo período filipino, para que comecemos a ter elementos que nos ajudem a reconstituir o perfil socioeconómico e religioso dos cristãos novos flavienses. O tema da presente dissertação é, precisamente, a análise e reflexão sobre a presença cristã nova em Chaves no reinado dos Filipes, ou seja, entre 1580 e 1640, tendo em vista a tentativa de reconstituição desse mesmo perfil, a partir dos processos que a Inquisição moveu aos cristãos novos flavienses, durante aquele período. Nesse sentido, procurámos, em primeiro lugar, criar um “bilhete de identidade” dos homens e mulheres cristãos novos, que caíram sob a alçada do Tribunal do Santo Ofício, devido única e exclusivamente acusações de criptojudaísmo, bem como averiguar o modo como o mesmo agiu em relação a eles. Porém, para concretizarmos os objectivos que nos propúnhamos atingir, havia que ir mais longe. Assim, centrámos a nossa análise na vivência quotidiana dos cristãos novos flavienses, a partir de um conjunto de aspectos que consideramos serem relevantes para a reconstituição do perfil socioeconómico e religioso dos cristãos novos flavienses. Deste modo, tentámos delinear as teias relacionais que perpassavam a comunidade cristã nova de Chaves, recorrendo, para o efeito, às testemunhas de defesa e de acusação constantes dos processos, mas principalmente ao que foi um dos sustentáculos da estrutura organizacional dos cristãos novos: a família. Foi, precisamente, na privacidade do espaço familiar que os cristãos novos flavienses procuraram perpetuar as crenças e práticas dos seus antepassados, enquanto publicamente assumiam comportamentos de “bons cristãos”. Por último, observámos de perto o papel que os cristãos novos flavienses desempenharam no mundo do trabalho, procurando demonstrar a sua importância não apenas no seio da sua própria comunidade mas também da sociedade portuguesa Moderna.
The Jewish presence in the transmontana region, particularly in Chaves, remounts to the early centuries of the Portuguese kingdom history, although, unfortunately, we don’t have many elements that allow us to characterize it. However, if the news about the flaviense commune living, during the period when the religious minority was tolerated and even protected by the various powers, are very rare, they practically stop to exist after the imposition of converting to Christianity trough baptism, that the Jews suffered at the end of Four Hundred. We must wait for the establishment of the Inquisition in Portugal in the late thirties of the sixteenth century, and in particular for the period in which Filipes reigned, before we start to have some elements that help us to reconstruct the religious and socio-economic profile of the new Christians. The theme of this dissertation is, precisely, the analysis and reflection about the new Christian presence in Chaves in the Filipes reign, this is, between 1580 and 1640, in order to attempt to rebuild that same profile, from the processes that Inquisition moved about the new Christians during that period. Accordingly, we sought, first, to create an "identity card" of the new Christian men and women who fell under the purview of the Holy Office Court, solely because of crypto-Judaism accusations, as well as determine how the same acted towards them. However, to achieve the objectives that we intended to achieve, it was needed to go further. Thus, we have focused our analysis on the daily lives of the new Christians from a number of aspects we consider to be relevant to the reconstitution of their religious and socio-economic profile. So, we tried to delineate the relational webs running through the new Christian community of Chaves, using for this purpose, the defense and prosecution witnesses contained in the processes, but especially what was one of the supporters of the organizational structure of new Christians: the family. It was precisely in the privacy of the family environment that the new Christians tried to perpetuate the beliefs and practices of their ancestors, while publicly, they behaved like "good Christians". Finally, we observed closely the role that new Christians played in the work world, seeking to demonstrate its importance not only within their own community but also within the Modern Portuguese society.
Descrição: Dissertação de Mestrado em Estudos Portugueses Multidisciplinares apresentada à Universidade Aberta
URI: http://hdl.handle.net/10400.2/1873
Aparece nas colecções:Mestrado em Estudos Portugueses Multidisciplinares / Master's Degree in Multidisciplinary Portuguese Studies - TMEPM

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Tese para impressão.pdf1,66 MBAdobe PDFVer/Abrir    Acesso Restrito. Solicitar cópia ao autor!


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.