Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.2/1738
Título: Recurso partilhado nas bibliotecas do 1º ciclo : estudo de caso
Autor: Peres, Maria José da Conceição Domingos Cristóvão
Orientador: Vasconcelos, Ana Isabel
Palavras-chave: Bibliotecas escolares
Ensino básico
1º Ciclo
Professor bibliotecário
Papel do professor
Estudo de casos
Data de Defesa: 2010
Resumo: Este trabalho tem o propósito de olhar de uma forma atenta e objectiva para a realidade das Bibliotecas Escolares do 1º Ciclo. A realidade que as envolve é de tal forma diferenciada das Bibliotecas de outros Ciclos de Ensino que nos suscitou o interesse de realizar este trabalho. As Bibliotecas que vamos analisar estão integradas na Rede Nacional de Bibliotecas Escolares (RBE), mas, como os recursos humanos são escassos nas Escolas do 1º Ciclo, esta situação repercute-se também nas Bibliotecas. Mais vezes do que aquelas que seriam desejáveis, para que se sentisse que a Biblioteca está efectivamente a cumprir os objectivos para que foi criada, encontra-se a Biblioteca de portas fechadas, pois a falta de funcionários não permite a alteração desta situação. Para combater esta lacuna, a Rede Nacional de Bibliotecas Escolares foi autorizando destacamentos para que professores do 1º Ciclo e /ou educadores pudessem exercer a sua actividade nestas Bibliotecas Escolares (BE). Estes promoviam a gestão, dinamização, animação de leitura e colaboravam de uma forma geral com os outros professores/educadores nas actividades que uma Biblioteca pode proporcionar. Numa tentativa de rentabilizar melhor este professor destacado, a maioria exercia esta actividade em várias Escolas / Jardins e ou até em vários Agrupamentos. Por repartir assim a sua actividade e partilhar o seu trabalho desta forma, foi criada uma figura que era designada pela Rede de “recurso partilhado”. Estes “recursos partilhados” apenas existiam nas Bibliotecas das Escolas do 1º Ciclo e só naquelas que, devido às suas menores dimensões, não justificavam um professor a tempo inteiro. O nosso trabalho vai incidir sobre a actividade deste “recurso partilhado” em dois Agrupamentos: Agrupamento de Escolas de Soure e Agrupamento de Escolas de Miranda do Corvo. O estudo abrange um período de dois anos lectivos: 2006/2007 e 2007/2008. No ano lectivo 2006/2007 as Bibliotecas usufruíram deste “recurso partilhado”; no ano lectivo de 2007/2008 o “recurso partilhado” em ambos os Agrupamentos cessou as suas funções. A investigação vai recolher dados sobre estes dois períodos distintos da vida das Bibliotecas Escolares, que se depararam com duas situações tão divergentes, o que trará com certeza resultados diferentes em muitos aspectos. Mestrado GIBE – Universidade Aberta – Recurso Partilhado nas Bibliotecas do 1º Ciclo: um estudo de caso. A pesquisa efectua-se de variadas maneiras: observação directa, análise documental e um inquérito por questionário, através do que esperamos conhecer as percepções dos professores em relação à realidade funcional da Biblioteca, ao trabalho do “recurso partilhado”, à sua própria relação com a Biblioteca Escolar, sua integração nas práticas pedagógicas e inclusão no processo de ensino/aprendizagem. São as conclusões de todas estas variantes que pretendemos apresentar, com a finalidade de suscitar reflexão e um melhor conhecimento desta realidade. Estruturalmente dá-se início ao trabalho com uma introdução, na qual se faz uma pequena explanação sobre as razões que nos levaram a efectuar este trabalho, assim como a justificação para que fosse este tema a suscitar a nossa escolha. A dissertação divide-se depois em duas partes. A primeira faz o enquadramento do nosso objecto de estudo e subdivide-se em três capítulos. Esta parte é aquela que é mais descritiva, pois contextualiza toda a problemática subjacente à nossa análise: Bibliotecas, Agrupamentos e “Recurso Partilhado”. A segunda descreve o estudo empírico, estando também dividida em três capítulos. É nesta parte do trabalho que se apresentam os objectivos da nossa pesquisa, as questões que lhe estão inerentes, as opções metodológicas seleccionadas e onde se sistematizam as respostas aos questionários, fazendo a sua apresentação, bem como a sua análise, interpretação e discussão. No término do trabalho apresenta-se a conclusão do mesmo.
This work has the aim of looking attentively and in an uninterested way at the reality of School Libraries from the 1st Cycle of Education. Their reality is so different from the libraries of the other cycles of education that this was an encouragement for us to carry out this study. The Libraries we are going to analyse are integrated in Rede Nacional de Bibliotecas Escolares (RBE), but as the human resources are scarce in the 1st Cycle Schools, there aren’t any people in charge of the libraries at school. In order to solve these problems the RBE has been giving permissions for 1st Cycle teachers and/or educators to be in charge of the School Libraries, managing them, promoting activities and collaborative work with other teachers. These teachers used to work in different schools / nursery schools or even in different groups of schools in an attempt to monetize their work. So the RBE used to call this type of teacher as “shared resource”. These “shared resources” only existed in the small dimensions 1st Cycle School Libraries as they didn’t justify a full time teacher or educator. Our study will focus on the activity of this “shared resource” in two Groups of Schools: Agrupamento de Escolas de Soure and Agrupamento de Escolas de Miranda do Corvo. It will also focus on the school years: 2006/2007 and 2007/2008. In the school year 2006/2007 these Libraries could enjoy this “shared resource”, but in the school year 2007/2008 this “shared resource” was cancelled in both Groups of Schools. Our research is going to collect data about these two different terms of the life of these two School Libraries. They had to face two very divergent situations and which will certainly bring different results in many aspects. There are different ways in which this research is going to be carried out. From direct observation and document analysis, to inquiry through questionnaires so that we can get the best perceptions of teachers towards the functional reality of Libraries, the “shared resource”, their own relation with the School Libray, their integration in the pedagogical practices and in the teaching/learning process. The conclusions of all these variants are what we aim to present so that there is a raising debate and a better understanding of this reality. Mestrado GIBE – Universidade Aberta – Recurso Partilhado nas Bibliotecas do 1º Ciclo: um estudo de caso. Structuraly our study starts with an introduction in which we have a short explanation about our reasons to carry out this job and our justification for the choice of this theme. The dissertation is divided into parts: The first provides the background of our object of study and it is divided into three chapters. This is the most descriptive part as it contextualizes the whole issue concerned with our analysis: Libraries, Groups of Schools and “Shared Resource”. The second describes the empirical study and it is also divided into three chapters. It is here where we present the aims of our research, the related issues, the selected methodological choices and where we systematize the answers to the questionnaires and proceed to their presentation as well as their analyses, interpretation and discussion. At the end of our work it is presented its conclusion.
Descrição: Dissertação de Mestrado em Gestão da Informação e Bibliotecas Escolares apresentada à Universidade Aberta
URI: http://hdl.handle.net/10400.2/1738
Aparece nas colecções:Mestrado em Gestão da Informação e Bibliotecas Escolares /Master’s Degree in Information Management and School Libraries – TMGIBE

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Tese de Mestrado Maria Jose Peres Lisboa-Fev- 2010.pdf1,09 MBAdobe PDFVer/Abrir    Acesso Restrito. Solicitar cópia ao autor!


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.