Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.2/1672
Título: Literacia ambiental à saída do ensino secundário
Autor: Cordeiro, Felicidade
Orientador: Azeiteiro, Ulisses
Moura, Ana Pinto
Palavras-chave: Ensino secundário
Educação ambiental
Cidadania
Educação para a cidadania
Literacia
Atitude
Comportamento
Qualidade do ambiente
Environmental education
Knowledge
Skills
Sustainability
Citizenship
Data de Defesa: 2010
Citação: Cordeiro, Felicidade - Literacia ambiental à saída do ensino secundário [Em linha]. Lisboa : [s.n.], 2010. 152 p.
Resumo: No mundo global onde vivemos, com uma crise económica e ambiental grave, é urgente alterar em cada um de nós, valores, atitudes e comportamentos. A Educação Ambiental nas escolas é fundamental na formação de cidadãos, que activamente participem na construção de um futuro, baseado na sustentabilidade. Mas para que seja eficaz, é necessário que haja uma avaliação qualitativa e quantitativa sistemática das medidas implementadas, de forma a que se possam fazer reajustes e promover assim o seu sucesso. Apesar de actualmente, a maior parte dos programas das diferentes disciplinas terem conteúdos de Educação Ambiental, não se verifica uma interiorização destes conteúdos e valores no quotidiano quer das escolas quer dos alunos. É necessário analisar e repensar em que moldes está a decorrer a implementação da Educação Ambiental nas escolas, nomeadamente à saída do Ensino Secundário, quando temos jovens prestes a entrar na sociedade como cidadãos plenos, com conhecimentos e competências ambientais que os tornem participativos e responsáveis nas tomadas de decisão. Os resultados obtidos, neste trabalho, permitiram verificar que acções no domínio do Ambiente, na Educação não formal e informal, se reflectem num melhor desempenho no Conhecimento Escolástico e nas Atitudes (apesar destas últimas apresentarem pior resultados). O Conhecimento Informal apresenta desempenhos inferiores ao Conhecimento Escolástico e às Atitudes, reflectindo a Comunidade onde o aluno está inserido e a importância que esta atribui ao Ambiente. Apresentam melhores Atitudes, os alunos com agregados familiares com o 9º Ano ou menos e melhores desempenhos em Conhecimento Informal e Atitudes, os alunos dos agregados familiares com Formação Superior ao nível de Mestrados e Doutoramentos. Quanto mais jovens os alunos, melhores desempenhos apresentam em Conhecimentos Escolásticos; os mais velhos apresentam melhores Atitudes, correspondendo a uma maior integração na sociedade como jovens adultos. Pode concluir-se, que a ferramenta utilizada neste estudo, demonstrou ser eficaz. Permitiu concluir que ainda há um trabalho intenso a desenvolver nas escolas, ao nível do Ensino Secundário, de forma a que os futuros cidadãos desenvolvam Atitudes e Comportamentos consequentes com uma Cidadania responsável, tendo como objectivo a preservação do Ambiente.
In this global world we live in, in the middle of an economics and environmental crisis, it is urgent to change our values and our daily behavior. The environmental education at schools is fundamental, to create a sustainable society. But to be effective it is crucial to have a systematic qualitative and quantative feedback and an evaluation of implemented strategies, so that can be readjusted and their success may be achieved. Although most of the programs of the different subjects currently cover environmental education, there is no true awareness and internalization of these values at schools or among students. It is necessary to analyze and rethink what is being done with the implementation of environmental education at schools, particularly after secondary education when we have young people ready to be part of a society as citizens with knowledge and environmental skills to that make them participatory and responsible whenever they have to take a decision. The results of this project have shown that actions taken in the Environment field, in what concerns the Not Formal and Informal Education, reflected themselves in a better performance in Scholastic Knowledge and Attitudes (although, the later presented worse results). Informal Knowledge presents worse performances than Scholastic Knowledge and Attitudes, thus reflecting the student's community and the way environment is valued there. Better Attitudes, are closely connected to parents who finished 9th grade or that left school before that, and better performances in Informal Knowledge and Attitudes, are closely related to parents with a Master's Degree or a Phd. The younger the students, the better are performances in Scholastic Knowledge; older students show better results in the Attitudes field, which reflects a better integration in society as young adults. We may thus conclude that the used tool, in this study, demonstrated to be efficient. We may also recognize that we still have an intense work to do in secondary schools, in order to future citizens to develop Attitudes and consequent Behaviors with a responsible Citizenship, achieving the preservation of the Environment.
Descrição: Dissertação de Mestrado em Cidadania Ambiental e Participação apresentada á Universidade Aberta
URI: http://hdl.handle.net/10400.2/1672
Aparece nas colecções:Mestrado em Cidadania Ambiental e Participação / Master's Degree in Environmental Citizenship and Participation - TMCAP

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
TMCAP_FelicidadeCordeiro.pdf2,8 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.