Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.2/1431
Título: Comunidade piscatória de Vila Chã : povo de barba rija
Autor: Oliveira, Fernanda Sónia Dias de Azevedo
Orientador: Oliveira, Maria Isabel Gomes Barca de
Ferreira, Manuela Malheiro
Palavras-chave: Comunidades locais
Identidade
Cultura
Aldeias
Mulheres
Atividades económicas
Pesca
Modos de vida
Portugal
Culture
Community
Fishing
Woman
Interculturalism
Multiculturalism
Data de Defesa: 2009
Resumo: Este estudo debruça-se sobre uma tradicional comunidade piscatória em Vila Chã, bem como sobre os impactos que foi sofrendo ao longo das últimas décadas, ao nível económico, social, demográfico e cultural, associados à evolução de uma actividade económica que outrora assumiu alguma relevância – a pesca. Após a entrada de Portugal na União Europeia, o sector das pescas entrou numa grave crise, uma vez que a sua composição era essencialmente marcada por embarcações de pequena dimensão e tecnologicamente pouco evoluídas e por pessoal activo com idades avançadas, o que constituiu um entrave ao desenvolvimento da actividade pesqueira. A comunidade piscatória de Vila Chã é actualmente constituída por cerca de 10 embarcações e por cerca de 20 pescadores. Estes homens pescadores, que constituem os elementos que enfrentam o mar, só o fazem porque possuem “nas suas costas” as mulheres que os ajudam nas lides do mar e, mesmo quando necessário, enfrentam o mar cara a cara, sem qualquer medo ou apreensão. Esta comunidade piscatória tradicional enfrenta agora uma questão essencial: o da sua própria conservação. O duro e penoso trabalho do mar, aliado à escolaridade obrigatória e ao desejo dos pais (principalmente das mães) para que os filhos enveredassem por outras profissões economicamente mais rentáveis e com menos perigosidade, fizeram com que os mais jovens obtivessem uma nova perspectiva do mar, o lazer e o divertimento. Esta nova forma de estar na vida, aliada à crescente divulgação das novas tecnologias de informação, nomeadamente a Internet, impulsionou o intercâmbio entre as mais diversas culturas, terminando com o isolamento que caracterizava esta comunidade piscatória e encaminhando-a em direcção a uma verdadeira interculturalidade. Contudo, esta interculturalidade só será possível se a comunidade piscatória de Vila Chã conseguir conservar algumas das suas marcas genuínas no tempo.
Abstract: This study investigates a traditional fishing community in Vila Chã, as well as the impacts it has been suffering during the last few decades, regarding the economic, social, demographic and cultural level, associated to the evolution of the fishing activity which had achieved some relevance in other times. After Portugal had joined the European Union, the fishing sector faced a serious crisis as it was mainly formed by small and old-fashioned boats and by aged active people, and this became an obstacle to the fishing development. The fishing community of Vila Chã is nowadays constituted by 10 boats and 20 fishermen. These fishermen face the sea backed by the women who support them. They help them with fishing tasks and, if necessary, they face the sea with no fear at all. This traditional fishing community is now facing a crucial issue: its own preservation. The tough and hard condition of the sea works as well as the compulsory schooling for the young people and the parent’s dream of seeing their children taking a well-paid and less dangerous job gave the youngsters a new perspective of the sea – that of fun and entertainment. This new system of life as well as the growing expansion of information technology, especially the Internet have propelled the exchange between different cultures, stopping the isolation of this community and leading it towards a more intercultural phase. However, this interculturality will only be possible if the fishing community of Vila Chã will manage to keep some of its genuine traces through time.
Descrição: Dissertação de Mestrado em Relações Interculturais apresentada à Universidade Aberta
URI: http://hdl.handle.net/10400.2/1431
Aparece nas colecções:Mestrado em Relações Interculturais / Master's Degree in Intercultural Relations - TMRI

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Estudo_Caso_Povo_barba_rija.pdf5,08 MBAdobe PDFVer/Abrir    Acesso Restrito. Solicitar cópia ao autor!


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.