Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.2/1271
Título: Associativismo, capital social e mobilidade : contributos para o estudo da participação associativa de descendentes de imigrantes africanos lusófonos em Portugal
Autor: Albuquerque, Rosana
Orientador: Rocha-Trindade, Maria Beatriz
Carmo, Hermano
Palavras-chave: Sociologia das migrações
Sociedade portuguesa
Associativismo
Associativismo de emigrantes
Africanos
2ª geração
Participação política
Cidadania
Mobilidade social
Histórias de vida
Portugal
Data de Defesa: 2008
Citação: Albuquerque, Rosana de Lemos de Sousa - Associativismo, capital social e mobilidade [Em linha] : contributos para o estudo da participação associativa de descendentes de imigrantes africanos lusófonos em Portugal. Lisboa : [s.n.], 2008. XIII, 566 p.
Resumo: Os resultados que se apresentam decorrem de um projecto de investigação sobre a participação associativa de descendentes de imigrantes de origem africana lusófona em Portugal. A problemática sobre a qual se delineou a pesquisa centra-se na compreensão do processo de participação cívica activa na sociedade portuguesa, mediante a análise dos factores que condicionaram o seu envolvimento em associações e das interacções entre a acção individual e o contexto sociopolítico. A questão central orientou-se em dois eixos, relacionados entre si: um primeiro, que procura identificar catalisadores da participação cívica; um segundo, tenta compreender o papel que a participação associativa desempenha na vida dos sujeitos participantes na pesquisa, especificamente no que respeita a trajectórias de mobilidade social. O associativismo é estudado enquanto instrumento de aquisição de capital social, pois permite o acesso a redes sociais que lhe são intrínsecas, e pelos efeitos que exerce em trajectórias de mobilidade individuais. A estratégia metodológica adoptada nesta investigação caracterizou-se pela abordagem qualitativa e a primazia do paradigma interpretativo. A matéria-prima empírica foi recolhida com base em histórias de vida, a partir de múltiplas entrevistas focalizadas nas trajectórias de dirigentes associativos, descendentes de imigrantes africanos lusófonos. A análise das trajectórias conduziu à elaboração de um sistema de catalisação da participação, que sublinha a influência recíproca entre factores estruturais e individuais. Confirma-se o papel do associativismo como fonte de capital social e de capital cultural e que a articulação de ambos favorece trajectórias de mobilidade social ascendente. Evidencia-se que o associativismo promove a socialização para a cidadania.
Descrição: Tese de Doutoramento em Sociologia na especialidade de Sociologia das Migrações apresentada à Universidade Aberta
URI: http://hdl.handle.net/10400.2/1271
Aparece nas colecções:Sociologia das Migrações / Migrations Sociology
CEMRI - Teses de Doutoramento / Phd Thesis

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
TD_Rosana Albuquerque.pdf3,15 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.