Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.2/1270
Título: Crianças e jovens maltratados e suas famílias : uma abordagem clínica e da saúde
Autor: Rego, António Alves do
Orientador: Ramos, Natália
Pires, Carlos M. Lopes
Palavras-chave: Psicologia clínica
Psicologia da saúde
Crianças maltratadas
Jovens
Violência doméstica
Relações familiares
Data de Defesa: 2008
Citação: Rego, António Alves - Crianças e jovens maltratados e suas famílias [Em linha] : uma abordagem clínica e da saúde. Lisboa : [s.n.], 2008. 479 p.
Resumo: Múltiplos factores pessoais, familiares, sociais, económicos, políticos e culturais estão na origem da emergência da violência e maus-tratos contra crianças, jovens e mulheres. São factores que actuam, frequentemente de forma associada, perturbam a saúde e a qualidade de vida das pessoas. À sociedade actual, globalizada e plena de recursos humanos e materiais, científicos e técnicos, mas também plena de precaridades e de injustiças, tem o dever de criar, aplicar, desenvolver e controlar mecanismos eficazes de equilíbrio entre liberdade e segurança, individuais e colectivas, tendo em vista o bem-estar dos seus cidadãos. Admitindo-se que as perturbações psicopatológicas se podem encontrar aquém e além (como causa ou consequência) do acto violento, o presente estudo investiga em que medida os pais maltratantes de seus filhos são indivíduos com tais perturbações e em que medida as crianças e jovens maltratados sofrem de depressão. Para isso, apoiámo-nos em testes aferidos e válidos, de reconhecido mérito. Avaliamos um conjunto de dados que nos permitem compreender hábitos, atitudes e valores e, deste modo, distinguir famílias sinalizadas como maltratantes, das famílias não sinalizadas e, para isso apoiámo-nos em inquéritos. Dos dados da investigação, concluímos: os pais maltratantes de seus filhos apresentam perturbações psicopatológicas com significativo índice de mal-estar; as crianças e jovens maltratados não apresentam sintomas de depressão; os hábitos, atitudes, valores e cuidados educacionais e familiares, influenciam o comportamento das famílias maltratantes.residentes no concelho de Torres Novas, onde se desenvolveu o estudo.
Descrição: Tese de Doutoramento em Psicologia na especialidade de Psicologia Clínica e da Saúde apresentada à Universidade Aberta
URI: http://hdl.handle.net/10400.2/1270
Aparece nas colecções:Psicologia Clínica e da Saúde / Clinical and Health Psychology

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
TD_António Rego.pdf10,65 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.